Entrevista # Mari Scotti

00:00



Olá Galerinha!

Tudo bom?

Hoje venho com mais uma super entrevista, com uma autora super querida e amiga! Eu já resenhei um dos livros dela - Híbrida da Série Neblina e Escuridão ( AQUI ).

Antes da entrevista irei apresentá-la para vocês!


Paulistana, tímida, risonha e blogueira literária. Nascida em 22 de fevereiro de 1980. Formada em Recursos Humanos pela faculdade das Américas. Aprendeu a amar a literatura desde os dez anos de idade e a desejar escrever com a mãe que também é apaixonada por esta arte. Teve coragem de mostrar suas histórias a outros apenas em 2009 como escritora de fanfics no Twilight Brasil Fanfics, o que a impulsionou a buscar por mais. Apoia sem reservas a literatura Nacional. Já gravou CD como cantora de banda, compôs e hoje se dedica a seus queridos personagens.





1-      Nos diga que é Mari Scotti?

Menina, sempre que me perguntam isso eu fico pensando, pensando... Há alguns meses eu diria que sou uma pessoa difícil de lidar, pois sou muito sistemática, principalmente em questões de trabalho. Porém, tenho feito o máximo possível para ser mais sociável. Além de sistemática, sou bem brincalhona, principalmente com as pessoas mais próximas a mim. Gosto de tirar sarro (saudável), pegar no pé, ver quem esta perto de mim rindo, feliz. Sou muito caseira, odeio sair de casa, seja para o que for. Se fosse uma criminosa em prisão domiciliar, não teria problema nenhum em cumprir a sentença! Rs. Gosto muito de ler, mas acho que meu vicio maior é em comprar livros. Tenho livros para mais de um ano de leitura! (Exageros, também sou exagerada! Rs). Sou apegada demais a minha família, principalmente aos meus pais. Sou evangélica, cantora e o meu maior orgulho é ter o apoio do meu pastor para ser escritora de livros de fantasia, pois dificilmente evangélicos aceitariam escrever sobre vampiros. Sou romântica, apesar de fugir de relacionamentos. Tento dar atenção a todos que precisam de mim, principalmente os mais chegados.
Acho que ta bom pra começar ne? Rs. Eu falo muitoooo também!


2  2-      De onde veio a inspiração para escrever híbrida?

Híbrida surgiu de um pensamento: Como seria a vida da Reneesme namorando um lobisomem, sendo que os Quileutes odeiam vampiros? Como seria essa convivência?
Primeiro que eu sou fã da saga, mas não concordo com algumas coisas e acredito que a Stephenie criou a Reneesme só para ter um final feliz para o Jake. Por isso a Nessie para mim era um personagem odiado e essas perguntas não saiam da minha cabeça... Um dia, pensando nisso, surgiu outra pergunta: E se uma híbrida, meio humana meio vampira, fosse criada por lobisomens sem saber que é um vampiro? E quando descobrisse qual seria sua reação e a dos lobos? Em paralelo escrevia uma fanfic onde o Edward voltava a ser mortal e as cenas engraçadas me fizeram desejar escrever um vampiro que passasse por isso, fosse envenenado ou enfeitiçado e de certa forma, voltasse a ser mortal. Foi assim que Híbrida nasceu.


3  3-      Como você se tornou escritora?

Quando eu era criança minha mãe me mostrou dois livros que escreveu e me encantei com a ideia de não apenas ler, mas criar minhas próprias histórias.
Mas as responsabilidades da vida adulta, também a falta de confiança que tinha em mim mesma, roubaram meu desejo de escrever por algum tempo. Em 2009 quando li Crepúsculo pela primeira vez foi que percebi como eu queria escrever. Algumas leitoras das minhas fanfics incentivaram e tive coragem de procurar editoras e não me arrependo. *-*


4  4-      O que podemos esperar nos próximos livros da série neblina e escuridão?

Não vejo a hora de todos conhecerem a trama inteira, tudo o que há por trás da existência da Ellene! Posso adiantar que o segundo livro possui mais visões além das narrações da Ellene e do Milosh, deixei até o (a) traidor (a) misterioso (a) narrar! O romance também tem maior foco no segundo livro, apesar de não fugir do mistério que é o que mais gosto. Prometo dar algumas respostas, principalmente as que mais me perguntam: A Elizabeth está viva? Ela vai voltar? O Milosh é o pai da Ellene?


5  5-      O que te fez mudar de editora para lançar a continuação de Insônia?

Admiro muito a Zélia e a Aped, mas depois que conheci a Adriana e o Luiz na Bienal, me encantei ainda mais com a editora Modo. Quando o Sr. Luiz me ofereceu conversar com eles antes de publicar por outra editora paga novamente, pensei muito e decidi mudar. Fiquei muito feliz quando a avaliação da obra foi positiva!
A Zélia da Aped entendeu e me deu todo apoio. Em suas palavras: A Aped é um trampolim para os autores iniciantes, Mari. Aproveito para agradecer a Zélia pelo carinho, apoio e dedicação de sempre! Te admiro muito!


6  6-      Como você reage a uma resenha negativa?

Não muito bem, confesso. Choro, acho que sou a pior escritora do mundo, tenho vontade de jogar todos os livros fora e reescrever tudo! Passo dias perguntando a quem leu se sou realmente ruim... Acreditei que saberia lidar melhor com elas, mas me enganei. Não é fácil ler seus erros, ainda mais quando a pessoa que resenhou não foi delicado ao detalhá-los. Como contei lá na primeira pergunta, sou sistemática e perfeccionista e cada negativa fica gravada na minha mente. Sei que é impossível agradar todo mundo, mas eu quero melhorar, quero ser mais profissional, quero me superar. Depois de um tempo aquilo já não machuca mais, mas a vontade de melhorar e mudar, não vai embora.
Costumo comentar e agradecer a critica, porque mesmo não a agradando, a pessoa leu e se deu o trabalho de dizer o que pensa e eu tenho que valorizar as criticas também, elas me fazem uma escritora melhor.


7  7-      Você como blogueira e autora,como vê as parcerias com blogs?

É um assunto polemico e delicado e que eu costumava falar abertamente com todo mundo, mas desta vez, prefiro não responder. Cada um tem o seu porquê de pensar assim ou assado, todos tem razão no seu ponto de vista e dificilmente verão pelo patamar do outro. Depois que a “poeira baixar”, talvez eu volte a falar sobre. Desculpe Michelle e leitores do blog, as discussões incessantes me desgastaram bastante.


8  8-      O sonho de todo autor é ser reconhecido por suas obras. O que você acha que é necessário fazer para isso acontecer?

Eu ia falar “se matar de divulgar”, mas, além disto, precisamos buscar o amadurecimento sempre, estudar, melhorar sua escrita, desenvolver-se como escritor. A partir do momento que eu me preocupo em dar o melhor para o meu leitor ler, posso esperar um maior retorno.
Humildade, carisma... dar atenção aos leitores, blogueiros e amigos literários são outras formas de conquistar o reconhecimento. Ao menos, acho assim.


9  9-      Se defina em uma frase.

Que difícil isso... Ganhando tempo para pensar... rs.
Uma mulher que não desiste, apesar dos obstáculos.


1  10-  Deixe um recadinho para nossos leitores

Obrigada pelo carinho de vocês, a atenção em ler toda a entrevista! Comentem que eu vou acompanhar os comentários e responder se a Michelle deixar haha. Desejo de todo coração um excelente Natal a todos e que 2014 seja o melhor ano de suas vidas até hoje.
Obrigada Michelle pelo espaço e carinho para comigo. Te adoro!

            Beijo, Mari Scotti




 E aí Galerinha! Gostaram??

Espero a opinião de vocês!

You Might Also Like

12 leitores apaixonados❣️

  1. Oi Mi! Adorei dar essa entrevista! Obrigada pelo espaço e o carinho de sempre. Sucesso! Beijocas, Mari Scotti

    ResponderExcluir
  2. Tá toda chique fazendo entrevistas heim amiga!
    Parabéns, =D

    Bj!
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a entrevista, não conhecia a autora mas já ouvi falar no livro dela.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Oi Michele,
    tudo bem?
    Adoro entrevistas e quando vi que era a querida da Mari, fiquei muito feliz!!! Engraçado, como nenhuma entrevista é igual a outra, sempre descobrimos um pouquinho mais do autor.
    Sucesso Mari!!!!
    Parabéns Michele!!!
    Beijinhos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Mi,
    Gosto demais de ler as entrevista, pois você me coloca em contato com autores e autoras que eu não conhecia. A Mari deve ser uma pessoa espetacular e espero que ela nos presenteie sempre com deliciosas histórias.
    Bjs
    Tânia
    http://facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tania, obrigada pelo carinho! Eu amo ler entrevistas também, me sinto amiga das autoras auauaha

      beijão, Mari

      Excluir
  6. Nossa, em muitas partes da Mari se descrevendo eu achei que era eu que estava falando! Principalmente na parte de não ter problemas pra cumprir prisão domiciliar!! hahaha... As pessoas precisam me arrastar pra me tirar de casa... rs...

    Eu não tinha interesse em ler Híbrida, mas agora que sei de onde veio a inspiração para escrevê-lo e o que esperar, fiquei morrendo de vontade!!! *-*

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhh Ju! Me adiciona! Nos daremos megamente bem! hahaha
      Pra conversar pela internet eu sou ótima, agora não me obrigue a sair de casa, eu fico com um brinco do tamanho de um bonde até começar a me divertir. Ai não quero voltar para casa! AUHAAUH.

      Fiquei super feliz em saber que te deixei com vontade de ler. Me conta depois o que achou! *-*

      Beijo, Mari Scotti

      Excluir
  7. Também sou assim!
    Preciso ser arrastada para sair de casa as vezes! Quer ver se tenho um bommm livro para ler!
    Ótima entrevista!

    PS: Resenha quentinha de Insurgente - Divergente - Livro 2 - Veronica Roth
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2013/12/resenhainsurgente-divergente-livro-2.html
    Passa lá e comento que RETRIBUO a visita!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Adorei a entrevista! Bacana sentir que o ator é tão proximo a gente ♥ Eu vi sua resenha e quero ler o livro ainda ♥ Acho q vou gostar!
    Bjussss
    Pan

    ResponderExcluir
  9. Adorei a entrevista.
    Foi bem legal saber sobre a mudança de editora, e como a editora antiga reagiu, achei isso bem legal.
    Ela parece ser uma fofa, e espero que consiga lidar melhor com as críticas negativas, e não se deixe abater por elas.
    Beijos, boas leituras e feliz 2014!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias