Reflexões - Parte 6

08:44




Bom dia pessoal! Segue o sexto capítulo da saga de Asher, pra vocês! Espero que curtam!
Lembrando que os links para acessar os capítulos anteriores estarão logo abaixo do texto.  
Boa leitura!   ;)



Capítulo 6

Efrat continuava a explicar:
— É isso, Asher. A princípio, pensei que você já soubesse, mas bastou conviver este pouco tempo ao seu lado, para perceber o quanto é imaturo. Você ainda não percebeu quanto ela é perfumada? O cheiro do sangue dela é infinitamente mais aromático do que o dos outros humanos, não é? Porque ela é uma bruxa, Asher! Somente as bruxas são portadoras deste sangue delicioso, só elas trazem em si a tentação capaz de enlouquecer e de matar os vampiros!
— Não, Efrat, isso não é verdade!
— É verdade! Ou então, como você explica o que acabou de me dizer segundos atrás? Como justifica que os vampiros a persigam, que não resistam a ela, mesmo com tanto sangue fresco por aí?
Baixei os olhos. Não consegui processar a informação de uma só vez. A minha Kenora, uma bruxa?! Eu bem sabia que o sangue das bruxas era letal para os vampiros, mas de que poderia ser tão encantador, eu não tinha ideia. Encantei-me por seu cheiro, é bem verdade. Mas jamais fui capaz de tocar em um só fio de cabelo sem o seu consentimento, nunca almejei fazer-lhe mal, sugar-lhe a vida pelas artérias.
— Então por que eles a perseguem, Efrat, se sabem que o sangue das bruxas é letal para os vampiros? — perguntei quebrando o silêncio que se instalara entre nós.
— Não o é para todos eles, Asher. Como para você, por exemplo. Se bebesse o sangue de Kenora nenhum mal lhe aconteceria. Pelo contrário, o sangue das bruxas o tornaria ainda mais forte.
— Mas... como?
— É simples: você também foi um bruxo. Somente os vampiros que foram bruxos em suas vidas humanas, e os Quatro Primeiros, são capazes de sorver o sangue das bruxas, sobreviverem a ele e tornarem-se ainda mais fortes. E é em busca desta força que eles perseguem Kenora.
— O que? Está me dizendo que eu, que fui filho de um pobre lavrador, também tenho sangue de bruxo? Efrat, você não pode estar falando sério!
— Eu estou. Você foi posto em um cesto de vime e jogado rio abaixo. Os pais que o criaram jamais foram seus progenitores, eles o acolheram como um presente enviado pelos deuses. Com Kenora aconteceu a mesma coisa. A diferença é que ela teve a sorte de ser encontrada por uma família abastada, cuja mãe era uma sacerdotisa, e sempre soube desta verdade, enquanto você foi criado por lavradores.
O meu mundo desmoronou enquanto Efrat falava. Eu tentava ignorar o fato de que, cedo ou tarde, os Primeiros nos encontrariam e levariam Kenora, visto que não tínhamos a menor condição de lutar contra eles.
— Quem lhe deu a dádiva da imortalidade? Logicamente um dos Primeiros. Ele tirou de você a força para continuar jovem, mas não pôde matá-lo. É isso que acontece quando eles encontram bruxos, e é por isso que estão atrás de Kenora. Ela é muito valiosa para eles. Tenho perseguido estes malditos através dos séculos, mas não sou forte o bastante, não posso fazer isso sozinho... — Efrat arredou o manto que lhe cobria o pescoço e mostrou-me as várias cicatrizes, sobrepostas umas às outras, as relíquias que guardava de seus séculos de caçadas.
— Por que tantas marcas?
— Eu também fui um bruxo, porém criado como tal, tive o prazer de desenvolver a minha dádiva. Aprendi que o sangue das bruxas permanece no corpo depois que nos amaldiçoam. Usei isso a meu favor. A única maneira que encontrei de tirar a vida de outro vampiro, foi dando-lhe o meu sangue, o sangue dos bruxos. — Efrat parou por um tempo, observando a minha reação — Sou mais antigo do que os Primeiros, Asher, eu já estava aqui quando Lúcifer caiu do céu e se apossou do mundo subterrâneo. Estava aqui quando os Quatro Primeiros o desafiaram, quando fugiram do Inferno. Eles vieram como guerreiros, infiltraram-se nos governos, derrubaram reis e se apossaram de muitos reinos. Dividiram-se pelos quatro cantos do mundo, com o intuito de dominar a Terra, possuir e escravizar os humanos.
— O que seria muito fácil, mediante o poder maligno concedido aos vampiros. Por que não o fizeram?
— Nós estávamos aqui, os bruxos, e nos dispomos a acabar com os Quatro Primeiros. Mas o massacre foi inevitável. Não éramos imortais como eles e não tínhamos nenhuma arma além do nosso sangue, por isso, era possível que eles nos aniquilassem se resistissem à tentação que nós lhes causávamos. Não era fácil para os mestiços resistir, mas para os Quatro Primeiros, não parecíamos nem um pouco sedutores, embora, eles jamais tenham conseguido matar algum de nós.
— Como eu nunca soube disso, Efrat? Por que até hoje ninguém me contou?
— Certamente para protegê-lo, Asher. Com o passar do tempo os bruxos foram desaparecendo, transformando-se em vampiros, dos quais alguns passaram a assassinar seu próprio povo, morrendo ou abdicando dos seus dons. Fomos nos tornando raros, e os poucos que restaram, fizeram de tudo para proteger seus filhos dos Primeiros. Criou-se entre as famílias o hábito de jogar seus filhos rio abaixo. Era uma esperança de fazê-los sobreviver. Foi o que aconteceu com você e com Kenora. Até mesmo com o rei Sargão!
— O que eu devo fazer para protegê-la, Efrat? Certamente não poderei vencer todos os vampiros sozinho, e nem que eu tivesse um exército , seria possível destruir os Quatro Primeiros.
— Lutar é a nossa única alternativa. Os vampiros que vieram até nós não eram bruxos, tampouco eram os Quatro Primeiros, e estes, só virão quando nada mais que tentarem fizer efeito. Nós somos bruxos, Asher, é fácil controlar os vampiros-humanos, basta que os deixemos beber um pouco do nosso sangue, e eles serão eliminados. Enquanto nos enviarem vampiros-humanos, Kenora estará a salvo.
— Certamente não nos enviarão vampiros-bruxos, se a sedução do sangue de Kenora é assim tão forte quanto você diz. Eles arriscariam perdê-la para sempre?
— Você está certo. Basta que fiquemos atentos a qualquer movimento estranho. Precisamos seguir viagem ao amanhecer, quanto menos tempo permanecermos no mesmo lugar, mais chances teremos de despistá-los.

Raquel Pagno
www.raquelpagno.com     



 Links para os capítulos anteriores:






You Might Also Like

11 leitores apaixonados❣️

  1. Oi Mila!

    E as coisas se complicam cada vez mais para o Asher e agora com todas essas revelações. Imagino que eles vão ter que tomar muito cuidado, pois a qualquer momento os primeiros vão aparecer.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie! Eu só preciso me atualizar nos capítulos e venho aqui comentar de novo IUSHDUIASHDISD

    Beeijos,
    http://lendocomaolly.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, adorei esse texto, quando tiver um tempinho
    venho aqui conferir os que perdi, adoro ler essas coisas
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Raquel.
    Ainda não li todos os episódios anteriores, por isso vai esperar um pouquinho.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  5. Oi, agora estou sem tempo para ler kkk, mas eu vou esperar mais uns 3 capítulos para ler tudo junto kkk

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Mas um capitulo!
    Essa Autora é maravilhosa!
    Mas tenho que botar em dia! Para acompanhar certinho! s2
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Oi Mi
    Li alguns anteriores, mas acho que pulei algum, vou voltar para procurar.
    Beijos e boas leituras!

    ResponderExcluir
  8. Oi Michele,
    tudo bem?
    acho que perdi algum capítulo antes desse (risos...).
    Mas gostei pois é bem diferente, nunca li nenhum texto de vampiro falando do sangue dos bruxos.
    O legal, vai ser depois ler ele todo, sem interrupção.
    Beijinhos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Muito bom esse capítulo! Isso é que uma história original de vampiros, hehe, com toda essa questão do sangue das bruxas ser mortal para alguns e para outros não! Adorei! =)

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  10. Mais uma vez, ótimo capítulo (apesar de curtinho u.u) Bruxas, aiai ♥ Estou curtindo demais os personagens e as revelações, estou curiosa pelo que está por vir
    Bjus bjus!
    Pan
    Pan's Mind - Sorteio Amazônia - Arquivo das Almas
    Gincana de Filmes

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias