Reflexões - Parte 4

08:26


Galera, como só vou escrever ficção aqui pra vocês, pedi pra fofa da Michele para mudar o nome da coluna. Quem sabe um concurso cultural para decidir o novo nome, valendo um exemplar do Herdeiro da Névoa? O que vocês acham?

Outra novidade é a assinatura super fofa que a minha amiga Cristina de Azevedo (autora de Nacqua, O Reino Escondido) fez pra mim. Cristina, obrigada, eu amei!!!!

E agora, mais um trechinho da saga de Asher, pra vocês! Boa leitura!  J


Capítulo 4

Efrat havia se afastado naquela noite. Não quisera interferir nas decisões de Kenora, e bem sabia da antipatia que ela alimentava por ele, dos ciúmes que despertava em seu ego vaidoso.
Vi-me sozinho, diante de dois oponentes jovens e fortes. Pus-me em frente ao corpo frágil de Kenora, que se agarrara em meus ombros com ambas as mãos. Dois pares de olhos vermelhos brilharam em meio às sombras, e eu alcancei uma jugular, abrindo um rio de sangue, que maculou o chão poeirento.
O êxtase de sorver o sangue quente da garganta de outro vampiro me invadiu por completo, percorreu o meu corpo com tamanha intensidade que, naquele momento, nada mais existia além do líquido vermelho que escorria pelos cantos da boca. Fiquei surdo e cego, e não percebi que o outro vampiro acabara de encontrar Kenora, encolhida na escuridão, recostada ao lado do casebre.
Suguei até sentir se dissipar totalmente a rigidez do corpo gelado do vampiro, que deslizou para o chão empapado de sangue. Somente então, os gritos de Kenora me chegaram à mente como se viessem de muito longe e trouxeram-me de volta à realidade.
Corri para a janela, tentando desesperadamente saltar até Kenora que tentava, em vão, libertar-se das garras do monstro.  Porém, algo impedia minha saída e apesar da força descomunal que brotava em mim quando me transformava, não pude transpô-la.
Contornei o casebre pela lateral direita. A noite estava iluminada pela lua cheia e reconheci a silhueta de Efrat segurando Kenora em seus braços. Corri em sua direção, os gritos haviam cessado completamente e a noite agora era apenas silêncio e sangue.
Efrat tinha os lábios sujos de sangue, e percebi que chorava. Um arrepio iminente percorreu meu ser, não pude deixar de imaginar Kenora morta nos braços do homem em quem eu confiara, a quem dedicara o posto de mestre e que amara como a meu próprio pai.
Caí de joelhos aos pés de Efrat. Congelado, não sabia o que fazer. Sentia vontade de arrancar Kenora, sem vida, dos braços de seu assassino, de matá-lo conforme fizera com o outro que tentara tirá-la de mim. Sentia vontade de fugir para longe, ou entregar minha vida ao assassino de minha amada.
Mas nada fiz. Fiquei ali, de joelhos aos pés do vampiro que tomara o meu maior tesouro, apenas ouvindo as palavras que saiam da boca manchada pelo sangue de Kenora. Dos meus olhos escorriam tantas lágrimas... lágrimas de sangue que eu não sabia serem capazes de brotar dos olhos de um demônio. Mas brotavam em abundância e logo se transformaram em um soluço incontido, um choro de agonia.



            

 www.raquelpagno.com

You Might Also Like

14 leitores apaixonados❣️

  1. Oi Dona Raquel furacão adorei ficou perfeito, minhas duas amigas juntas em parceria que coisa linda!!!
    Ficou otimo!!!
    bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  2. Raquel, faz um livro de Asher!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Muito muito muito muito, bom!
    Parabéns
    Beijos
    http://www.umsonholiterario.com

    ResponderExcluir
  3. Olha, é muito sangue pra mim! hehehe.... só gosto de vampiros "vegetarianos", rs, como os Cullen! hahaha... Então nem consigo dar uma opinião sobre o texto, não sou público dele, com certeza. Mas pelo jeito o pessoal está gostando! =)

    beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  4. Deus! Isso foi muito bom Raquel!!
    Amo Vampiros já falei isso! Surtei aqui!
    Beijos

    PS: Saiu Entrevistando meus Autores - O Prazer da Literatura Nacional - Luiz Henrique Mazzaron!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2013/12/entrevistando-meus-autores-o-prazer-da.html
    Passa lá e comente! Retribuo visita!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Mila!

    Adorei a cena. Que triste, coitada da Kenora e ele vendo o homem em quem confiava fazer isso. Imagino como deve estar se sentindo mal. Não sabia que escrevia. Parabéns.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá

    A saga de Asher é muito bom e nos prende a leitura e deixa sempre a vontade de ler e saber mais sobre!

    Super bjos
    http://www.i-likemovies.com/

    ResponderExcluir
  7. É uma história que você está escrevendo? *_*
    Vou procurar os outros capítulos então... adorei!

    Beeijos!

    http://lendocomaolly.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ah que legal, adorei conhecer mais um capitulo, muito legal, achei muito emocionante, adorei, adrenalina no ponto certo haha

    Seu blog está ficando cada vez melhor, parabéns !!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Raquel,
    tudo bem?
    Acho que perdi algum capítulo antes desse. Estou triste, é isso mesmo? Você matou a Kenora? Não acredito!!!
    Na minha humilde opinião, achei que ele fosse fazer alguma coisa irracional sabe? A pessoa em que ele mais confiava o traiu, e além da traição matou sua amada. Ele não fazer nada, só ficar chorando, não era a reação que eu esperava.
    Vou continuar acompanhando a história.
    Beijinhos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Raquel! |Gostei do trecho do seu conto, fiquei curioso para conhecer o restante. Gostei muito do seu estilo, tenho certeza que será uma grande história!
    Abração
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Raquel!

    ótima escrita. (só acho que podia escrever mais, MUITO pouquinho aqui u.u) que cena triste, pode mandar mais ><, quero saber o que vai acontecer ♥
    Um abraço linda!
    Pan
    http://pansmind.blogspot.com/2013/11/sorteio-de-natal-amazonia-arquivo-das.html

    ResponderExcluir
  12. Oie!

    Um concurso acho uma boa ideia, =D
    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Raquel,

    Gostei muito do trecho!!! Quero ver a continuação, ficarei acompanhando!!!

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Fiquei sem ler uma parte anterior e fiquei meio 'boiando', acho, mas gostei bastante do seu modo de escrever Mi, espero que continue e que alcance seus objetivos na escrita.
    Beijos e boas leituras, amiga!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias