Resenha # De Coração Para Coração

06:00

Da autora best-seller Lurlene McDaniel, De coração para coração fala de perdas, amor e renovação. Fala também da maneira como esses sentimentos tão complexos se entrelaçam, nos momentos mais difíceis, nas relações familiares e de amizade. Elowyn e Kassey são grandes amigas, que dividem tudo. Mas uma coisa Elowyn não contou para Kassey: ao tirar a carteira de motorista, ela marcou a opção “doadora de órgãos”. Kassey descobre esse detalhe da vida da amiga da maneira mais trágica – quando o desejo de Elowyn está prestes a ser atendido. Arabeth nunca teve a sorte de ter uma melhor amiga. Com o coração doente, ela leva uma vida protegida de tudo e de todos. Até que, aos 16 anos, recebe o telefonema que tanto esperava — mas inicialmente ela e sua mãe não sabem a quem devem agradecer. Quando os mundos dessas três meninas e de suas famílias se cruzam, suas vidas se transformam de maneira nunca imaginada. Kassey, especialmente, encara os fatos como uma forma de manter viva a memória de sua querida amiga. Ela passa a compartilhar da nova vida de Arabeth, ao mesmo tempo em que ajuda a aliviar o sofrimento da família de Elowyn e a compreender a sua própria dor.




Ficha Técnica:
Livro:De Coração Para Coração
Autora: Lurlene McDaniel
Páginas: 207
Editora: Novo Conceito
Classificação: Excelente


Elowyn e Kassey, se conheceram em um hospital, esperando uma cirurgia ortopédica,  a partir daquele dia, elas se tornaram inseparáveis.

Elowyn tinha acabado de se mudar para Alpharetta, com seus pais e estudaria na mesma escola que Kassey.

Elowyn e Kassey eram inseparáveis, faziam de tudo juntas, até que Kassey se sentiu deixada de lado, quando Elowyn, arrumou um namorado, seu nome é Wyatt.

Elowyn e Wyatt sempre tiveram altos e baixos, e um belo dia após uma discussão entre eles, ela sofre um grave acidente de carro.

Quando Kassey recebeu a notícia desse acidente, viu seu ar faltar, pois só queria estar perto de sua amiga naquele momento.

Para desespero de sua família e de todos que a conhecem, Elowyn não responde ao tratamento, tendo morte cerebral, mas o que ninguém sabia, era que ela tinha marcado em sua carteira de motorista, que queria ser doadora de órgãos, então sua vontade foi realizada.


“ - Os médicos nos disseram que os testes dela caíram muito.Eles dizem que o trauma é profundo e irreversível e que, na realidade, ela está com um quadro de morte cerebral. Pupilas dilatadas e fixas....olhos de boneca, eles chamam. Sem resposta à dor. Sem atividade cerebral nas tomografias. A única coisa que a está mantendo viva são os aparelhos...”
Página 46


Após a morte de Elowyn, conhecemos Arabeth, uma garota que vivia recebendo oxigênio e ficava de repouso, por causa de seu coração debilitado.

Arabeth, aos seis anos começou a ter falha no coração, uma doença genética, que acabou deixando –a de cama com o tempo e para piorar sua situação, ela fica desolada com a morte de seu pai.


“ Eu me lembro de chorar mais do que já tinha chorado em toda a minha vida até então, e até hoje.Lembro-me de outras mulheres do exército vindo nos visitar, trazendo comida e abraçando mamãe enquanto ela também chorava. Também me lembro do funeral de papai...”
Página 65



Um dia em pleno domingo, Arabeth recebe a melhor notícia de sua vida, finalmente tinham encontrado um coração compatível para fazer o transplante.

Kassey estava sofrendo muito com a morte da amiga e ficou sem ânimo para seguir com sua vida.

Arabeth estava passando por situações que não seria o seu normal, por isso ela estava estranhando suas atitudes.

Arabeth e os pais de Elowyn, queriam se conhecer, então um encontro emocionante e surpreendente foi feito entre eles.

Kassey depois de saber do encontro dos pais de Elowyn com Arabeth, ficou curiosa para conhecê-la, mesmo com receio, mas acabou decidindo por esse encontro.

Kassey ficou totalmente espantada como em algumas coisas ela se parecia com sua grande amiga. Arabeth percebe que está fazendo as coisas diferentes do seu habitual e tira algumas dúvidas com Kassey, e através dela fica sabendo que Elowyn fazia essas coisas.

Arabeth disse para Kassey, que ficou com alguns gostos diferentes, após o transplante de coração.

Kassey, após conhecer Arabeth, procura Waytt e fala sobre tudo que elas conversaram, então ele decide conhecê-la também.

Com o tempo Arabeth e Kassey se tornaram grandes amigas, estando sempre que possível juntas.
O final do livro é sensacional.


Opinião:

Eu não conhecia a autora e nem seus livros, pude dizer que essa história foi uma grata surpresa.

Me peguei chorando em várias partes do livro.

O livro é dividido em três partes, e neles temos a narrativa intercalada entre Kassey e Arabeth.

O enredo é dramático e diria polêmico ao mesmo tempo, pois nos dias de hoje, muitos tem o pé atrás com a doação de órgãos, algumas pessoas que conversei com relação a esse assunto, pensam que os médicos irão deixar os pacientes morrerem, para poder salvar a vida de outras pessoas, um absurdo!

Os personagens foram muito bem construídos e todos tem sua devida importância na história.

Elowyn é uma adolescente que era muito amada e tinha tudo na vida.Morreu aos 17 anos em um acidente de carro.

Kassey, melhor amiga de Elowyn, filha de pais separados, tem em sua mãe uma amiga e sempre está presente quando ela precisa. Fica abalada com a morte de sua melhor amiga e surpresa com sua opção em doar seus órgãos após a morte.

Arabeth, uma adolescente, que desde criança tem um sério problema no coração, necessitando de transplante. Com a morte de Elowyn, ela tem a oportunidade de ter uma nova vida, quando recebe seu coração.

Adorei como a autora fez as três vidas se cruzarem!

Leitura emocionante!







You Might Also Like

11 leitores apaixonados❣️

  1. Oi Mi, tudo bem???
    Eu não sei se eu conseguiria ler esse livro nessa atual circunstância de minha vida, porque ando meio depressiva rsrsrsrsrs. Mas eu gostei muito de sua resenha e da forma de como você a conduziu. Pelo que vi é uma história de luta e superação... de quebra de preconceitos também, as pessoas ainda pensam errado sobra a doação de órgão... não digo todas, mas muitas pessoas pensam assim, infelizmente. Ontem quando eu vi a reportagem do cinegrafista da bandeirante que teve morte cerebral fiquei triste, pelo de como as coisas aconteceram, mas também imaginei será que os órgão funcionais serão doados.. Eu sou doadora... isso não significa que eu queira morrer... né... ou que os médico vão querer me matar... enfim... longa discussão. Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi, nossa o livro deve ser mesmo muito emocionante. Eu também não conheço a autora e nem a escrita dela e devo dizer que fiquei bem interessada pelo livro. Acho que foi o drama, sobre a menina ter recebido o órgão e ter manias e gostos diferentes, algo um tanto sobrenatural.Hahahahahahaha
    Olha eu vou adicionar esta leitura a minha meta deste ano, só espero conseguir o quanto antes e poder me emocionara, assim como você.

    Parabéns Mi pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    http://www.sanguecomamor.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    já comentei aqui em um outro post sobre esse livro que eu achei a ideia da capa muito bacana!
    Embora um drama de vez em quando seja bom e com um tema polêmico como esse ainda, eu não leria. Não me sinto atraído por esse tipo de narrativa, infelizmente. Que bom gostou desta surpresa!

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi!
    Lendo sua resenha estou tentando me decidir se esse livro é um drama, ou algo sobrenatural, me parece ser uma bela história de amizade! Pelo que entendi Elowyn ainda continua viva mesmo depois de morta, só que em outro corpo, algo como uma vontade imensa de se viver e talvez estar sempre ao lado da amiga Kassey, dando uma oportunidade de vida a Arabeth?
    E concordo com você, esse assunto de doação de órgãos ainda enfrenta alguns tabus na sociedade, pois é um assunto evitado até mesmo por veículos de comunicação infelizmente!
    Vou adicionar o livro a minha lista de leituras, com certeza!

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Oiee, este livro é da Novo Conceito? que interessante, eu nunca tinha visto este livro, e se já vi eu não me lembrava rsrs, achei a capa legal, mas muito simples, e só de ler a sinopse fiquei com vontade de ler, eu amo estes dramas que envolvem sentimentos e romances, fiquei com vontade de ler pois o livro parece emocionante rs, abraços

    ResponderExcluir
  6. Eu só acho que a autora devia ter matado outra pessoa no lugar da Elowyn... puxa, ela era a personagem mais legal, fiquei desolada! rs...

    Achei muito bom o livro tocar no tema da doação de órgãos. A leitura não me emocionou tanto quanto te emocionou, ao contrário de você não chorei nenhuma vez, esperava que o livro mexesse muito mais comigo. Não classificaria como excelente, mas foi uma leitura legal.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  7. De que ano é esse livro? Tenho quase certeza que ele virou filme, se não existe um filme exatamente com essa história e eu já vi. No final de tudo, não é meu estilo de leitura, muito drama, muito Nicholas Sparks.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Uma história linda e triste de uma bela amizade, e pelo bem densa, não é uma leitura pra se fazer em qualquer momento, pelo menos no meu caso.
    Deve ser realmente muito emocionante o encontro do transplantado com a família doadora, já me vejo chorando nesse livro.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  9. Oiee =)
    bem, primeira resenha que leio, a capa não me chama muito atenção, mas as tuas palavras sim, e por que escreveu se eu tiver a oportunidade de ler, irei me sentir como você e já vou ter um lenço aqui, pois sou chorona demais.

    ResponderExcluir
  10. Oi Flor!
    Vc é chorona igual a mim! Gostei muito da resenha, gosto de livros assim que nos marcam, com personagens bem desenvolvidos e amo quando histórias paralelas se cruzam!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Mi.
    Não conhecia a escritora e achei a história muito interessante.
    Realmente deve emocionar. Adoro histórias assim. Vou colocar esse livro na minha lista.
    Bela resenha.
    Beijinhos

    wwww.eraumavezolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias