Resenha # O Vale de Elah

06:00

O Vale de Elá começa com as reminiscências do ancião Samá, relembrando seus tempos de combate na construção do Reino de Israel. Quando jovem, a ambição de sua mãe o leva a fugir do povoado onde morava para salvar sua irmã de um casamento imposto e da dívida recorrente da negociação do dote. Ele integra então aos guerreiros que haviam rompido com o rei daquela época, Saul, e aliado a Davi, candidato a sucessor do trono devido a uma profecia. A jovem aldeã Nazaré acompanha seu amado nesta fuga e o trio chega ao vale de Elah, onde são recebidos e integrados à comunidade que vivia na caverna de Adulão. Samá percebe que a vida de pastor de ovelhas havia ficado para trás quando inicia seu treinamento de combate nesse grupo formado de guerreiros descontentes com o sistema em vigor. Devido a sua altura e grande destreza com a espada, logo ele passa a contar com a confiança e amizade não só de Joabe, capitão que treina os milicianos, mas do próprio Davi.O drama de Davi e sua família, os motivos da ruptura entre Saul e seu principal capitão, coincidem com o início da formação da família de Samá. A calma da narrativa desse primeiro tomo esconde um segredo: muito drama, guerras, risos e lágrimas ainda estão por vir. Deixe-se conduzir nas memórias de um homem para ver o descortinar do surgimento de todo um reino através da história desse reino: os hebreus!





Ficha Técnica:
Livro: O Vale de Elah
Autora: Carla Montebeler
Página: 69
Classificação: Boa


Essa resenha faz parte do Book Tour, em parceria com o site Arca Literária.

O livro nos conta a história de Samah, um dos Trezentos, que lutaram na guerra.

Samah pertence ao clã dos Benjamitas, filho mais novo de Raquel e Jacó.

Quem nos conta esse história é o próprio Samah, em forma de lembrança.

Samah vive em uma casa humilde com suas irmãs Iadah e Adaliah e sua mãe Yoná, seu pai já era falecido.

Eles viviam em uma pobreza extrema e sua mãe queria um casamento rico para as filhas, para sair daquela condição.

Samah nunca almejou isso, sempre quis uma vida simples, como pastor de ovelhas, pois se sentia feliz assim.

Em uma de suas saídas, para alimentar o seu pequeno rebanho de ovelhas, ele presencia algo que não gosta e toma uma atitude usando seu porte e seu cajado.

Enquanto estava fora com seu rebanho, sua mãe arranja o casamento rico de sua irmã Adaliah, sem ele saber de nada.

Adaliah estava decidida a não casar e fugir para se livrar desse compromisso, então ela chama Samah para acompanha-la, que mesmo com receio aceita deixando a dívida do dote para sua mãe ambiciosa. Para total surpresa de Samah, seu grande amor, Nazaré, irá com eles nessa nova jornada.

Samah, Adaliah e Nazaré seguem para o Vale de Elah, para se juntar a milícia que estava aliada a Davi, contra o Rei Saul.

Chegando no Vale, todos refazem suas vidas e Samah começa seu treinamento para se tornar um grande guerreiro, juntando-se aos outros homens, dando início ao grande propósito.

Adorei a forma que o livro acaba, nos deixando um gostinho de quero mais.



Opinião:

Nunca li um livro parecido com esse, foi uma grata surpresa, mesmo sendo um livro com 69 páginas, foi uma leitura bem agradável.

Através da narrativa de Samah, nos contando sua história de uma maneira simples, porém marcante, ficamos conhecendo uma parte de sua vida e como ela se junta com a vida de Davi, o futuro Rei de Israel.

Para quem não conhece a história de como Davi se tornou Rei e por tudo que passou, aqui é contada uma parte, pois afinal é o primeiro livro ainda.

O que senti falta nesse primeiro volume, foi não ter mostrado o que aconteceu com Yoná e Iadah, mãe e irmã de Samah e Adaliah. Fiquei bem curiosa.

O enredo foi muito bem construído, deixando expectativa para o segundo livro.

Uma coisa que achei que a autora pecou um pouco foi na parte de detalhamento dos personagens e lugares, pois gosto de me sentir na história por completo.

Não encontrei nenhum erro de revisão.

Aguardando a continuação!



You Might Also Like

21 leitores apaixonados❣️

  1. Provavelmente faltou detalhes dos personagens por que é um livro pequeno. Não é o tipo de livro que leio geralmente, mas a ideia de adaptar uma história bíblica pouco conhecida foi legal.
    Meu Filme virou Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Juciele, acredito nisso, mas sou fã de histórias com riqueza de detalhes, eu acho essencial em uma história!
      Beijinhos

      Excluir
  2. Oi, Michelle, tudo bom?

    Bom, fiquei impressionado com o fato de um livro tão curtinho possuir uma história tão interessante e parece ser realmente instigante com toda essa fuga do casamente e tudo.
    Abraços.

    Rogério Queiroz - Uma dose de palavras
    http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rogério!
      Tudo bom sim e você?
      Com certeza ele tem uma bela história, mesmo com poucas páginas, você fica com aquele gostinho de quero mais.
      Beijinhos

      Excluir
  3. Hum... Eu não curto muito esse tipo de livro, rsrsrs.
    Quer dizer, até gosto de fantasia, mas a sinopse dele não me atraiu muito, acho que não leria.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mila!

    Não conhecia o livro, mas confesso que a história não me atraiu. Que bom que gostou. Pena que alguns fatores não forão tão bons. Tomara que o próximo seja melhor. Gostei muito da resenha ainda sim.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Mi

    Achei muito interessante esse livro por contar uma parte da história de Davi.
    Vou procurar para conferir!

    Super bjos
    http://www.i-likemovies.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Adorei a capa do livro e a história não me atraiu muito não. Não consigo imaginar um livro tão pequeno com uma história um tanto quanto complexa.

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Mih! Que história legal.

    Eu sou muito fã de romances históricos e ver esse livro que se passa em meio a história do Rei Davi ( Uma das historias bíblicas mais interessantes na minha opinião), me deixou mesmo com vontade de ler. Mesmo sendo um livro curto acho que vale a leitura.

    Beijos,
    Bell

    http://contosdoguerreiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Mi,
    O livro parece ser bem interessante! Uma pena que é tão curtinho, né? Quem sabe as coisas que você sentiu falta não serão respondidas nos próximos volume?
    Beijos,
    Own mine

    ResponderExcluir
  9. Bem um livro com 69 páginas(número sugestivo cofcof) com certeza ia faltar os detalhes que tanto amamos. A estória parece bacana... quem sabe entra na lista né?! =P
    Bjus Mi e Parabéns por suas resenhas sempre sinceras!

    Ju

    ResponderExcluir
  10. Oieee, adorei a capa do livro, achei ela simples, porém bem legal rsrs, na verdade não fiquei muito interessado não, ultimamente ando lendo muitos livros de guerra e estou ficando sem vontade de ler mais kkk, prefiro os romances kkk, por agora quero ler livros mais leves, e este não parece ser um livro muito leve por se tratar de guerras e coisas parecidas...

    ResponderExcluir
  11. Acho que o fato de ela não ter entrado tanto na descrição foi pelo pouco número de páginas. Com certeza se ela tivesse se prolongado um pouco mais, o resultado seria melhor!

    ResponderExcluir
  12. Oi Michele!
    Gostei do fato de terem adaptado uma história bíblica, é bem original. Mas acho que o que me incomodaria, seria o fato do livro ser tão curtinho. Eu sou propensa a escrever muitos detalhes e cenas longas, não é a minha cara livros tão curtinhos. Sempre fico com a sensação de que falta algo.

    Beijinhos,
    Nina Xaubet
    Storytime, storyteller

    ResponderExcluir
  13. Não me interessei pelo livro. Não entendi ele ter apenas 69 páginas, sinceramente, não sei o motivo de fazer uma série se o livro é tão curtinho... era melhor ter feito um volume único.

    Eu sentiria muita falta do detalhamento das personagens e dos lugares também.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Olá tudo bem ?
    Bom o livro é bem curtinho e pelo visto conseguiu te prender, como a Nina disse " Gostei do fato de terem adaptado uma história bíblica, é bem original". Mas com o detalhamento recentemente li um livro que também era assim, parece que falta alguma coisa.
    Beijos, Carlos.

    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. oi Mi,

    Não conhecia o livro nem a história. Saber que é uma adaptação de uma história bíblica é muito interessante. Só não gostei muito do fato de ter poucas páginas e ter uma continuação, poderia ter escrito mais ou juntados volumes, não?

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Essa é uma leitura bem rápida, o livro só tem 69 páginas, é uma pena que faltou mais estruturação nos personagens, mas também pela quantidade de páginas já da pra imaginar isso.
    Tomara que nos próximos livros esse detalhe seja modificado, porque um cenário bem trabalhado e personagens bem construídos fazem toda diferença.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  17. Oi,
    O enredo em si não é umas das minhas leituras rotineiras, não sou muito fã de histórias nesse estilo, mas lendo sua resenha até daria uma oportunidade para esse livro.
    Confesso que uma coisa que sempre gosto são os detalhes que o autor coloca na histórias, dos seus personagem, lugares enfim..uma pena que aqui esse pponto foi um pouco falho.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  18. Oi Mih!
    Achei ele bem pequeninho! Não costumo ler livros tão curtinhos, sinto que quanto mais longo, mas me envolvo com a história! Mas há sempre exceções! E essa capa já me remete a um estilo que gosto!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Esperando ansiosa pelo próximo livro.
    É um livro bíblico que todo mundo ama ler, independente de religião, a gente vai se envolvendo com a história. Queria maisssss
    Pratinha já conhece o trabalho da Carla Montebeler. Projeto Mãos Amigas agradece o carinho da autora.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias