Resenha # Sentimento Fatal

06:30

Por amor se mata?O amor destrói?E o ciúme, pode ou não ser controlado? 
Sentimento Fatal levará você a pensar nessas questões e rever seus conceitos... todos os seus conceitos em relação ao amor. 
"Dividida entre a paixão avassaladora do marido Roberto, que tem um ciúme doentio, e o grande amor de infância de Daniel, que ela torna a encontrar dez anos depois, Adriana Diniz Martinez terá de vencer o medo e reencontrar a si mesma... Lutar pela própria integridade e também pela filha Letícia, pela qual é capaz de tudo, sobretudo suportar a violência do marido, sobretudo suportar a própria infelicidade." 
Com uma narrativa surpreendente, combinada a ingredientes como drama, aventura, sedução e suspense, e tendo ainda como pano de fundo a violência doméstica, a autora faz com que o leitor tenha de prender o fôlego para acompanhar este romance que, em cada novo capítulo, nos revela uma dura realidade que, lamentavelmente, atinge milhões de mulheres em todo o mundo... Nos faz descobrir ainda que o amor pode ser tranquilo e seguro, mas também agitado e extremamente perigoso.





Ficha Técnica:
Livro: Sentimento Fatal
Autora: Janethe Fontes
Páginas: 351
Editora: Dracaena
Classificação: Excelente


Sentimento Fatal, nos apresenta Adriana, uma mulher casada, com um pouco mais de 20 anos, que sofre com o ciúme doentio de seu marido, que vê suas vontades e necessidades acima de tudo. O que acalenta um pouco o coração de Adriana é a sua filha Letícia, é por ele que Adriana atura seu casamento fracassado.


“Letícia nascera de uma gravidez não premeditada, de um descuido com a pílula, pois Adriana nem cogitava em ter filhos no início de sua vida conjugal. Quando deu à luz aquela menina linda, porém, compreendeu que na verdade tinha recebido um presente divino para preencher sua vida, seu casamento.”
Páginas 12/13



Adriana, queria voltar a estudar, esperou cinco anos para isso, mas Roberto, seu marido colocava empecilhos, não querendo de forma alguma.

Finalmente Adriana começa na faculdade de arquitetura e para sua total surpresa, seu professor de História da Arte é seu primo e grande amor da adolescência Daniel.

Esse reencontro, faz reacender o amor que estava adormecido entre eles, mas Adriana tinha medo de se separar de Roberto, por causa do seu temperamento forte e a violência que ele usava para resolver as coisas. Ela demorou tanto para tomar uma posição, que isso quase a levou a morte.

Decidida finalmente a se separar, ela procura abrigo e uma forma de se defender do seu ex, sempre contando com a ajuda do seu pai e Daniel.

O final do livro é surpreendente, pois temos noção do que uma pessoa doente e obcecada pela outra é capaz de fazer.


Opinião:

A autora aborda a triste realidade em muitas famílias, a violência doméstica,geralmente isso acontece pois o homem tem a mulher como propriedade, como um ser sem vontades ou desejos, que tem que se submeter a ele.

O enredo é bem desenvolvido, tem uma riqueza de detalhes impressionante, em muitas vezes, me senti na pele de Adriana e fiquei bem angustiada e revoltada com a situação que ela viveu.

A narrativa do livro é feita basicamente por Adriana, por isso nós vemos tudo pela visão dela, uma visão bem sofrida.

Os personagens são bem construídos e pude visualizar cada um deles, com tantos detalhes fornecidos pela autora.

Adriana, uma mulher jovem, que se casa com Roberto, um homem super possessivo e violento,desse relacionamento nasceu Letícia. Sua vida começa a mudar, quando Daniel volta para a sua vida.

Roberto, casado com Adriana, é louco de ciúme e quando sua esposa  não faz o que ele quer, parte para a violência física. Ele fica muito agressivo, quando Adriana resolve voltar a trabalhar e estudar, mas ele não aceita de forma alguma.

Daniel, primo de Adriana, que sempre foi louco por ela, por acaso do destino, acabam se reencontrando e ele a ajuda nessa luta contra seu marido violento.

Pude ver que a autora fez um belo trabalho de pesquisa, mas o que me revoltou ao extremo é ver que a mulher agredida se sente culpada, envergonhada por apanhar de seu companheiro, aquela pessoa que deveria amar e respeitá-la acima de tudo. Enquanto não tivermos uma justiça eficaz, teremos infelizmente várias mulheres morrendo por causa desses monstros.

A diagramação e revisão estão perfeitas.


Leitura obrigatória!


You Might Also Like

13 leitores apaixonados❣️

  1. Oi, tudo bem?
    Adorei sua resenha. Não conhecia esse livro, mas adorei sua premissa. A violência doméstica é um assunto muito sério e atual. Gostei muito e vou procurar ler.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro, mas achei a trama bem interessante. Infelizmente retrata uma parcela da realidade das mulheres brasileiras que têm medo do seus cônjuges e de suas ações quando tem ciúmes de sua mulher.
    Já coloquei na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Apesar de não me interessar pela leitura do livro, achei o tema abordado bem atual e acredito que tenha sido bem desenvolvido. Deve ser um livro forte e bem triste!

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Michelle, eu tenho o livro "Doce Perseguição" da mesma autora.
    Conheço ela através do facebook.
    O tema parece, realmente, ser forte. Além de que, muito importante.
    Que bom que você resenhou ele aqui para nós.
    Beijinhos e um encantador final de semana para você.
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oieee, eu não gostei da capa do livro, mas a história parece muito boa, apesar de não estar muito no ritmo para ler livros deste tipo eu acho que poderia abrir uma exceção e tentar ler o livro, achei interessante, vou procurar mais resenhas sobre o mesmo, Abraços :D

    ResponderExcluir
  6. Olá Mi.
    Eu sempre vejo esse livro no face, mas nunca tinha lido uma resenha sobre esse livro.
    O livro me pareceu bem interessante e fiquei intrigada a ler o livro.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos

    http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ah, não conhecia o livro ainda. Adorei a dica.
    Gostei da trama, e realmente é revoltante a mulher se sentir culpada e diminuída nesses casos... u_u
    beijos
    http://apenas-um-vicio.blogspot.com.br/2014/04/resenha-um-amor-do-passado.html

    ResponderExcluir
  8. Esse é um tema chocante e pouco explorado na literatura. Quando vi a capa, imaginei se tratar de um romance erótico, mas logo me surpreendi.
    Fiquei bem curiosa com o enredo e esse será um livro que eu adorarei poder ler.

    ResponderExcluir
  9. A leitura desse livro deve chegar a doer, se a gente consegue se colocar na pele da personagem, afinal, o tema é muito forte. Violência doméstica é uma coisa realmente cruel, deve ser mais que terrível ser vítima da pessoa em quem você mais confia. É realmente revoltante que a mulher ainda se sinta culpada e envergonhada. Muito triste essa realidade.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  10. Oie Mi,
    Eu já li Sentimento Fatal é gostei muito. Tudo que a Adriana passa é realmente sofrido, esse marido dela me deu nojo, com toda aquela obsessão e sufocamento. O pior é que infelizmente existem casos como o dela. Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  11. Oie! Fique interessado no livro e vou falar o porque. A história de Adriana me chama atenção por ela passar o que muitas mulheres passam hoje em dia na sociedade, violência doméstica, ter que se virar para cuidar dos filhos, é uma situação difícil. Este deve ser um livro interessante, justamente por mostrar a realidade. E você classificar como excelente me deixou ainda mais com está vontade incontrolável de ler Sentimento Fatal.

    Jonathan Freitas - http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Mi!
    Eu adoro os livros da Janethe! São livros fortes com temas polêmicos e uma narrativa que sempre presa a superação e o amor!
    Eu li Doce Perseguição, e Vítimas do Silencio e foi show de bola! Os tipos de livros que eu indico para todos!
    Vou ler logo esse e espero gostar também! Boa resenha flor!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Michele.
    Eu li a pouco tempo um outro livro da autora e adorei a narrativa dela, só achei que precisou desenvolver melhor alguns fatos, espero que isso não aconteça com Sentimento Fatal, fiquei interessada em conhecer essa história melhor.
    A autora pelo jeito gosta de trazer temas fortes e realistas para seus livros, gosto disso.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias