Resenha # Almanova

06:30

ALMANOVA Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu... e ninguém sabe por quê. SEM-ALMA A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença. Então, quando dragões e sílfides resolvem atacar a cidade, a culpa deverá recair sobre... HEART Sam acredita que a alma nova de Ana é boa e valiosa. Ele, então, decide defendê-la, e um sentimento parece que vai explodir. Mas será que poderá amar alguém que viverá apenas uma vez? E será também que os inimigos – humanos ou nem tanto -- de Ana os deixarão viver essa paixão em paz? Ana precisa desvendar grandes segredos: O que provocou tal erro? Por que ela recebeu a alma de outra pessoa? Poderá essa busca abalar a paz em Heart e acabar por destruir a certeza da reencarnação para todos? 







 Ficha Técnica:

Autora: Jodi Meadows
Páginas: 286
Editora: Valentina
Classificação: Excelente


Essa resenha foi postada originalmente no blog onde sou colunista, O Maravilhoso Mundo da Leitura.
Almanova, nos apresenta a Ana, uma jovem que quando nasceu, sua alma era nova, não tinha reencarnado como todos, surgindo assim rumores com relação a origem dela, gerando até o desprezo de seus pais Li e Menehem.

No começo do livro, Ana estava com cinco anos e sentia o peso de ser diferente de todos a sua volta, tanto que quando completa 18 anos, resolve deixar o lugar onde vive, para ir a cidade de Heart, tentar descobrir quem realmente é.

Em sua jornada, Ana encara um ser chamado sílfide, aliás alguns deles. Esses seres são feitos de fumaça e sombra e de uma maneira nada agradável, ela tenta se livrar desses seres, mas coloca sua vida em risco e acaba sendo salva por um jovem rapaz, que se chama Sam.


“ O gelo e a escuridão opressiva devem ter prejudicado a minha visão, pois vi o rosto preocupado de um garoto assumir uma expressão de alívio. Talvez fosse a perda de consciência que fizesse parecer que ele sorria. Para mim.”
Página 19



Conversando com Ana, Sam descobre quem ela é e mesmo assim , a trata bem, sendo gentil e solicito com ela, deixando Ana bem surpresa.

Sam resolve ajuda –lá a chegar ao seu destino, mas eles passam por alguns perigos até chegarem ao seu destino, mas tendo a certeza que podiam contar um com o outro.

Finalmente eles chegam a Heart e lá são recebidos de uma forma diferente, pois não sabiam se Ana iria trazer algum perigo a população, mas graças a Sam, ela vai ficar na cidade.

Ana conta com a ajuda de alguns amigos de Sam, que acabaram de tornando seus amigos também, entre eles Stef e Sine. Stef estava ensinando Ana a dançar, coisa da qual estava aprendendo a gostar e Sine em tudo que Ana precisava, ela ajudava.

Enquanto os dias passavam, Ana e Sam se aproximavam de uma maneira única e linda. Até então tudo estava indo bem, mas para desespero de Ana, Li volta a Heart e quer a tutela dela novamente.

O final do livro deixou um gostinho de quero mais. Doida para saber como a história continua.


Opinião:


Sem sombra de dúvidas, a melhor distopia que li esse ano. Já tive a oportunidade de ler algumas resenhas dessa história, mas não imaginava que seria tão bom.

O enredo é fascinante, a autora soube com maestria misturar reencarnação, com seres que mexem com o nosso imaginário como: dragão, sílfides e fora a história de amor envolvente.

Os personagens além de bem desenvolvidos, são bem marcantes, fora os lugares que amei conhecer.

Sam, nessa reencarnação é músico, mas mexe com outras coisas também, é uma ótima pessoa e faz de tudo para proteger quem gosta. Com a entrada de Ana em sua vida, ele volta a viver plenamente e mesmo com receio desse sentimento, ele acaba cedendo e vivendo-o intensamente.

Ana, uma jovem que é almanova, não é uma reencarnação como todos a sua volta, foi criada por sua mãe Li, de uma forma repugnante, onde ela não poderia conviver com ninguém e não tinha nenhum tipo de direito, somente obrigações. Sua vida muda, quando resolve ir atrás de sua identidade e encontra Sam.

Li, aquilo não é mãe, é uma peste, mulher terrível, mesquinha! Raiva eterna!

A narrativa do livro é marcante, te contagia, fazendo você se envolver de uma maneira única na história.

A revisão e diagramação estão perfeitas, não encontrei nenhum erro.




You Might Also Like

21 leitores apaixonados❣️

  1. Mi, querida, ainda não li uma distopia... sei lá, acho que os pés fora da realidade não me agradam muito. Com poucas exceções, quase nunca me interesso por livros com algo de fantástico.
    Neste em questão, a reencarnação sim, me interessa. Pela possibilidade de novos acertos, de coisas já vividas e, talvez, superadas e aprendidas.
    Sua resenha está ótima, clara e objetiva e com suas impressões sobre o livro. aliás, que bela capa, não é?
    Beijo.
    Ler para divertir

    ResponderExcluir
  2. Oi, mila
    Adorei a sua resenha. Não sabia que esse livro é uma distopia, com certeza quero ler, pois adoro esse gênero. A premissa do livro é bem interessante, me deixou curiosa. A capa é muito bonita.

    ResponderExcluir
  3. Oi Mih!

    Eu acho a capa deste livro linda demais, mas ainda não o li, adorei sua resenha, não sabia que era uma distopia. Amo distopias!!!! rsrsrsrrsrs

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. Olha sua resenha me deixou super interessada em ler esse livro, porque até então eu achava a capa maravilhosa, mas fiquei com um pouco de receio de garantir o exemplar por conta mesmo da história. Fiquei com medo de não gostar do gênero, porque sinceramente tenho que confessar que ainda não li nenhuma distopia, nem os mais famosos. Quero começar a conhecer esse tipo de escrita, porque todos falam muito bem. Enfim...Mas adorei a sua resenha. Ele me convenceu a garantir essa obra e espero poder gostar bastante assim que eu tiver em mãos. Adorei o seu ponto de vista também sobre o livro. PARABÉNS linda .... =]]] Seguindo o seu cantinho aqui !! bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Muito triste esse fardo da Ana. Achei extremamente interessante a premissa do livro. Toda a questão da alma nova e das reencarnações é bem original, mas torna a protagonista meio "coitadinha". Espero que isso não atrapalhe a leitura. Parabéns pela resenha ^^

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Desde que vi essa capa e a sinopse me interessei. Não imaginava que era uma distopia, pensei que era mais um sobrenatural. Mas, como gosto dos dois gêneros, tanto faz.
    O livro me parece muito bom, pois quando um leitor fala que gostou de algumas personagens, e odiou outras, já mostra que o autor soube cria-las muito bem. Enfim, pretendo ler em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler Almanova.
    AMO distopias e nunca li nada que envolvesse reencarnação, então achei a trama bem interesse.
    Ana e Sam parecem ser ótimos personagens! E que capa linda!
    Espero poder ler esse livro em breve!

    ResponderExcluir
  8. Acho a capa desse livro liiiinda de doer, mas não tinha nada por ele só pela sinopse, mas vendo sua resenha e o quanto você gostou, considerei mais um pouco e até que achei interessante. Adoro distopias e talvez goste dessa tanto quanto já gostei de outras que hoje são minhas favoritas ^^

    ResponderExcluir
  9. Olá Mi.
    Acho a capa desse livro o máximo.
    Tenho vontade de ler esse livro. E vendo a sua resenha fiquei com mais vontade ainda.
    Espero poder em breve ler esse livro.
    Parabéns pela resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá Mi.
    Acho a capa desse livro o máximo.
    Sempre tive vontade de ler esse livro. E com essa resenha fiquei mais interessada ainda.
    Espero poder ler em breve.
    Parabéns pela resenha.
    Beijinhos!!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. A capa é muito bonita, mas o nome nunca tinha me chamado a atenção... Sei la pq achei q era romance, e nem vi mais ahhah! Então sua resenha realmente me deixou curiosa, primeiro pq é uma distopia (!?) e segundo porque você realmente gostou! Pena que é uma trilogia, então vou ficar observando os lançamentos, e de uma chance quando tudo ja tiver sido lançado no Brasil =]

    ResponderExcluir
  12. Achei curioso você classificar o livro como distopia porque eu, sinceramente, não consegui chegar a nenhuma conclusão quanto ao gênero dele!

    Também tenho raiva eterna da Li, me solidarizei muito com a Ana, coitada da garota, ninguém merece ser criada da forma que ela foi. Pelo menos ela encontra o Sam! *-*

    Também estou super curiosa pela continuação, espero que chegue logo!!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi Mih!
    ahahhahahaahha
    Adorei sua raiva pela mãe! Olha só de saber que é uma distopia e que é a melhor que jé leu, já entrou na minha lista!
    Parabéns pela mega resenha!
    Beijos
    Paula Juliana - Overdose Literária!

    ResponderExcluir
  14. Agora faz todo sentido o nome do livro...
    Não acredito que tem dragões na história, amo dragões, acho que só esse fato me faria ler o livro...rs'
    É bem triste quando vemos mães más, normalmente temos esse pensamento em relação a madrastas...
    O livro parece ser bem interessante e o Sam parece ser um fofo...
    Beijos...

    http://ceciliabraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oieee, antes do livro ser lançado aqui no Brasil, eu já estava apaixonado nessa capa lindaa <3 <3 Achei a temática do livro bem diferente e muito interessante kkk, ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro da série, mas assim que ver uma promoção legal em alguma loja vou comprar com certeza rs, Abraços;

    ResponderExcluir
  16. Oie Mi
    Fico feliz que o enredo é fascinante, já li algumas resenhas desse livro é sempre positivas, então estou animada para ler. Eu adoro distopia e achei super interessante a premissa de ALMANOVA. Bem, pretendo ler esse ano. Provavelmente vou comprar o livro na Bienal em São Paulo.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  17. Nossa, prima. Eu já li várias resenhas negativas desse livro, não imaginava que pudesse ser bom. Essa capa é linda, dá vontade de comprar só pra ter na estante. rsrsrs
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  18. Oi Mi, tudo bem?
    Eu adorei a premissa desse livro, ele já está na lista desde o seu lançamento. Uma coisa que mais me incomodou na história, foi saber que se são as mesmas pessoas que sempre voltam, por isso não tem alma nova, porque elas não evoluíram ainda? A alma nova é bem melhor do que todos eles, como pode????
    Não vejo a hora de ler o livro.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi,

    Acho essa capa linda demais, depois que li sua resenha sei o que realmente se passa na historia, mas bem não me agradei muito, vou esperar um tempo e ver se me encanto pelo livro, mas pelo que percebi parece ser muito bom.

    Mayla

    ResponderExcluir
  20. Oi Mila,

    adorei sua resenha. Ainda não li esse livro mas fiquei interessada.
    O que me chamou a atenção foi o fato da garota ser mal tratada pela mãe por ser diferente.
    Eu sou mãe e nunca faria isso com meus filhos.

    Bjocas

    ResponderExcluir
  21. Olá Michelle, tudo bem?
    Eu juro que estava animada a ler Almanova, mas depois de saber que tem dragões... Vou dispensar totalmente. Não estou preparada pra ler algo que contenha isso.

    Beijo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias