Resenha # Luz da Minha Vida

07:31

Filha de um famoso maestro falecido, Anna Maria Smith é uma violinista que viveu 19 anos na escuridão. Aos cinco anos sofreu um acidente e perdeu a visão. Por toda a vida foi protegida pelos pais e sofreu com o preconceito das pessoas, mas tudo se transforma quando se muda para Nova Iorque, para trabalhar em uma das filarmônicas mais famosas do mundo. Lá, Anna conhece o inglês Richard, um médico lindo, carinhoso e apaixonado. A partir desse amor, ela verá o mundo com outros olhos e também sofrerá com os perigos que essa cidade lhe oferecerá.













 Ficha Técnica:

Livro: Luz da Minha Vida
Autora: Glaucia Santos
Páginas:313
Editora: ***
Classificação: Excelente


Anna Maria Smith é uma jovem violinista, com muito talento e com uma deficiência visual, que leva sua vida como qualquer pessoa, mesmo tendo uma mãe nojenta que acha que por ela ser uma aberração, isso mesmo aberração, acha que ela não pode ter uma vida decente. Ela vê em sua mudança para Nova Iorque, uma oportunidade de ter realmente a vida que sempre quis, sem as loucuras da mãe.

Richard é um homem lindo, cavalheiro, romântico, companheiro, um verdadeiro lord inglês, ele é médico ginecologista e mora em Nova Iorque, onde tem um consultório.

O livro começa com Anna se adaptando a um novo mundo com a ajuda de Richard, ela sabia que poderia contar com ele.

 
“... Serei a luz dos seus olhos, um clarão no meio da escuridão. Você poderá seguir meus passos, meu cheiro e o seu antigo sentido de adaptará ao novo. Nunca a deixarei perdida, prometo... “
                Página 16
 


Anna, após fazer uns testes, foi selecionada para ir a Nova Iorque, se apresentar, levando definitivamente a vida que tanto queria, junto com ela foi  Zefa, que era sua babá, mas acima de tudo amiga e uma mãe. Zefa é totalmente maluca e for a parte mais divertida da história e seu cão guia, ao qual ela tinha paixão.

Depois de alojada, em sua nova casa, Anna conhece Richard, de uma forma que tive que rir muito, pois para ela era de uma forma constrangedora. Mas o curioso, que desde esse dia já se viram apaixonados.



“ Ao olhar para Anna Maria, sua Ann, pela primeira vez Richard soube o que era o amor, Sentiu uma emoção forte, quase chorou.”
              Página 64
 



Depois de um acontecimento, Eva, a mãe porre da Anna, vai aparecer em Nova Iorque, para tentar convencer a filha a ir embora com ela e acaba conhecendo Richard, de que logo de cara a megera não gosta e Richard também não gosta dela, ainda mais pelo jeito que trata a mulher da sua vida.

Só que Anna não imaginava que o perigo estava realmente tão próximo a ela.

A história de Anna e Richard é linda, com eles vemos que o amor quando é verdadeiro, supera tudo, todos os obstáculos.

O livro acaba de uma maneira linda, chorei litros.


Opinião:

Caramba, tenho tanta coisa para falar que nem sei por onde começar.

Não lembro de ter lido um livro tão indo, o enredo é maravilhoso, pois envolve preconceito com relação a uma deficiência, amor, lealdade, me emocionei demais lendo.

Os personagens são bem construídos, nos dando a sensação de serem como membros da família de tão ligada que ficamos a eles.

A primeira coisa, super importante que tenho a dizer, sou solidária a Richard, com relação a matéria sogra.

Anna, mesmo sendo colocada para baixo pela mãe o tempo todo e com isso surgindo a insegurança nela, em Richard ela encontrou a segurança que faltava nela.

Richard é um amor de pessoa, o homem idealizado por todas nós, lindo, cavalheiro e ainda por cima médico. Ele é tudo de bom!

Zefa é um capítulo a parte, Jesus, como ri com essa mulher e principalmente como acabou a história dela, nunca esperaria por isso! Hehehehehehehehehehe.

A narrativa do livro além de linda é viciante, você não consegue largar do livro enquanto não termina a leitura.

Não encontrei nenhum erro de revisão e a diagramação é perfeita.

Bom gente não vou falar muito mais senão me empolgo aqui!

O livro é super recomendado! Leiam, irão amar, assim como eu.




You Might Also Like

9 leitores apaixonados❣️

  1. Olá
    Adorei a sua resenha. Não conhecia esse livro, mas fiquei apaixonada pelo enredo. Com certeza, quero ler.

    ResponderExcluir
  2. Oi Mih!

    Eu tinha visto a capa deste livro e ficado encantada com ele! Agora então... eu quero! kkkkk
    Adorei sua resenha, deu pra sentir a empolgação que vc sentiu! Parabéns!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi!!
    Adorei a resenha, me chamou a atenção o fato da protagonista ser deficiente visual e pelo visto tu se divertiu e se emocionou lendo esse livro.
    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro e achei a trama bem interessante. Parece que fala um pouco sobre superação, junto com um bom romance.
    A mãe de Anna parece ser horrível. Como ela pode pensar que a própria filha é uma aberração? Oo
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Mais um que eu não conhecia e que gostei apenas pela apresentação de uma resenha. Achei uma graça a resenha e pelo visto assim como você eu iria me apaixonar por ele também!

    Essa tal de Zefa que quero conhecer kkk


    Bjos
    Leitura de Ouro
    https://leituradeouro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Só de ver a capa já fiquei mega curiosa para ler esse livro...haha' é encantadora ♥
    Gostei muuito da resenha, e ver que o livro é viciante e nem um pouco cansativo, ou com erros, me deixou ainda mais interessada nele. Quero conhecer o Richard...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Mi,
    eu já li esse livro e é um dos meus preferidos.
    A história me emocionou e enquanto eu lia não conseguia parar.
    A Glaucia é um excelente escritora e eu adoro os livros dela.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. Que livro mais lindo! Confesso que quando vi a vapa achei bem feinha, mas o bom é que a sinopse já me interessou e a resenha me deixou bem interessada em lê-lo.

    ResponderExcluir
  9. Todas as resenhas que li desse livro foram positivas. Tenho ele aqui em casa, mas ainda não o li. Mas já está na minha meta de leitura. Em relação as personagens, confesso que sempre gosto quando aparecem personagens mais cômicas nas tramas. Acho que essa Zefa deve ser uma figuraça. Não vejo a hora de dar umas risadas dela também.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias