Resenha Premiada # Mulheres Que Não Sabem Chorar

10:17

A vida de Marisa é regida pelo controle. Seja à frente do seu trabalho ou da vida dos filhos, ela é racional, mantendo-se sempre fria, um ser à parte das banalidades, cuja única preocupação é ser um exemplo. Olga é sua antítese. Sentimentos à flor da pele, dor flagelando a carne, pensamentos embaçados pelo esquecimento proporcionado pelo álcool. Sozinha, preocupa-se em apenas ser, em um mundo cercado por fatos que não reconhece mais como seus. Duas senhoras solitárias, vizinhas e antagônicas. Será que um dia alguém acharia que poderiam viver em paz? Mais ainda, será que poderiam se apaixonar?








Autora: Lilian Farias // Páginas: 161 // Editora: Literata // Classificação: Muito Bom




Resenha

Já no prólogo do livro, temos um relato que mexeu demais comigo, pois a pessoa passou por certas situações que ninguém merece passar, pois vivemos em um mundo hipócrita, que não leva em consideração o ser humano e sim sua sexualidade. Todos temos o direito de escolher com quem se relacionar.

No primeiro capítulo conhecemos Maisa, uma mulher de 55 anos, viúva, com filhos, mas se sentia infeliz, não tinha desejos, aliás seus desejos foram enterrados. Ela criou seus filhos de uma maneira nada convencional, pois não deu o amor de mãe que eles mereciam e na minha opinião isso foi culpa de sua criação por causa da sua mãe omissa.

Já em outro momento da história conhecemos Olga, uma mulher com vícios, que não tinha alegria de viver e nas raras vezes que estava sóbria, cuidava de seu jardim.Olga tem uma única filha, mas o relacionamento delas não era fácil, mais por causa de Olga.

Olga e Marisa eram vizinhas há vinte anos e sempre estavam discutindo por vários motivos, uns até banais e seus vizinhos não entendiam o motivo de tanta briga.

Olga tem um baque terrível em sua vida, que a fez ver sobre seu vício, seu relacionamento com sua única filha e depois de tantos anos ela acordou para a vida e vai fazer de tudo para cumprir a promessa que fez para a pessoa mais importante de sua vida.

No decorrer do tratamento Olga tem uma recaída e acaba sofrendo um abuso, mas acaba sendo salva por uma pessoa que ninguém poderia imaginar, pois elas viviam igual a cão e gato. Marisa após socorrê-la, fica cuidando dela até sua melhora e acabam se conhecendo melhor, esse fato acaba mudando radicalmente suas vidas, pois elas acabam conhecendo o amor verdadeiro, um amor que elas não imaginavam que poderia existir.


" Éramos duas fontes inesgotáveis de prazer e sem pudores, o suor do nosso corpo incendiava nossa derme e nos fazia deslizar uma na outra. Caímos no chão, já estava totalmente nua, Olga com o mão, movimentou meu clitóris e, com a boca, mordia o bico do meu seio; nessa hora, eu já uivava como uma loba faminta e sedenta."
Página 100




Na história sabemos o por que Olga sofre tanto, pois a pessoa que mais deveria apoiá-la com relação a sua opção sexual, foi que a mais a agrediu, fazendo- a camuflar seus desejos, mas quando foi descoberta a sua opção, ela estava namorando e as consequências para ela foram muito piores. Chorei com o relato!

Marisa com sua vontade de se vingar  da pessoa que abusou de Olga, contrata um detetive e descobre tudo sobre a vida desse ser e mais do que nunca queria essa vingança!

O final do livro é trágico e chorei demais!!!


Considerações


É o primeiro livro homoafetivo que leio e posso dizer que foi uma experiência única.

A escrita da autora é dinâmica e leve ao mesmo tempo, mesmo sendo um tema tão polêmico.

As personagens são bem construídas, que poderiam fazer parte de nosso convívio, mas é terrível pensar que história igual a delas realmente acontece!

Olga sempre soube da sua opção, mas na época da Ditadura , era impossível se assumir, pois era considerado uma doença. Ela entrou no alcoolismo após saber o que houve com sua namorada na época e mesmo constituindo família, a bebida se tornou sua fiel companheira. Após um fato que a abalou muito e  seu relacionamento com Marisa, sua vida começou a mudar, até que algo aconteceu!

Marisa, uma mulher bem sofrida, que camuflava sua opção sexual melhor até do que Olga, viu sua vida mudar radicalmente, após seu relacionamento com Olga, chegando a felicidade plena, mas por obra do destino, algo lastimável aconteceu.

Gente sem brincadeira, a história é perfeita, muito bem escrita como já disse, mas infelizmente a editora pecou muito na revisão e diagramação do livro.

Se tiverem a oportunidade leiam, vale muito a pena!



Lembram que disse que a resenha é premiada?

Então quem quer ganhar esse belo livro?

Vamos as regras:

* Morar em território brasileiro;

* Comentar nessa resenha, comentários coerentes por favor e após isso feito, deixar seu nome de seguidor e e-mail.

* Curtir a fanpage do blog e do livro.

* As demais opções estarão disponíveis no formulário,

* O ganhador será contactado por e-mail e terá o prazo de 72 horas para responder, se caso não fizer, novo sorteio será feito,

* Não nos responsabilizamos por extravio ou danos causados pelos Correios,

* O envio será feito em 30 dias úteis.




a Rafflecopter giveaway


Boa Sorte!

You Might Also Like

18 leitores apaixonados❣️

  1. Oie Mi!
    Nossa parece ser um livro bem forte, independentemente de ser homo ou hetero, história é história e temos sempre que aprender algo com elas. Mulheres Que Não Sabem Chorar me pareceu o tipo de livro que todos devem ler em algum momento de sua vida. Parabéns pela resenha Mi!
    Bjus
    Juh - http://surtosdajuleka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mih tudo bem?
    Eu li o primeiro livro da Lilian,adorei a escrita dela e fiquei um tanto curiosa para ler o segundo,deve ser uma história e tanto neh? Já a revisão do livro não é a primeira que eu vejo reclamar,tem tantos blogueiros falando sobre os erros encontrados que é desanimador.Está na hora deles acordarem e modificar isso com urgência!
    Ademais super bem resenhada Mulheres que não sabem chorar,adorei Mih!
    Parabéns \o/ \o/
    Beijosss
    omevontadeler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ai eu queroooooooooooo!
    Adorei a resenha, nunca li um livro homoafetivo.
    Eu sou a favor da felicidade, independente de como e com quem.
    Ai ai, só de pensar que você chorou horrores, eu já estou pensando bem em ler ou não. hahahaha
    Bjocas

    ResponderExcluir
  4. Oi Mih! Adorei a resenha, já li um livro com essa temática e gostei muito, não vou participar do sorteio pois tenho o livro!

    Boa sorte a todos!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    O título do livro já me chama muito a atenção. A história me parece interessantíssima, certamente é o tipo de livro que eu ainda não li. Fiquei encantada com a resenha e espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos - Tão doce e tão amarga.



    ResponderExcluir
  6. Oi Mi! Sua liinda! Sou parceira da Lilian, vc sabe! Eu curti muito o livro! Para mim o principal, foi toda a critica que a autora soube dosar muito bem, como ela construiu os personagens e como eu sofri lendo! Mexeu comigo essa leitura! O romance é sutil e foi bonito, o final me quebrou!
    Adorei a resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  7. Já tinha visto a Lilian divulgando o livro dela e sempre batendo na tecla do preconceito, todos tem o direito de escolherem seus pares o importante é se respeitarem e respeitarem o próximo e o preconceito que se exploda!
    A temática do livro é bem corajosa e com certeza tem muitos elementos para transformar o livro em um best seller! Parabéns pela resenha.

    Abraço,
    Diego de França
    Leitor Sagaz

    ResponderExcluir
  8. Oi, Flor! Tudo bom?
    Primeiramente, gostei muito da capa, ela chamou bastante a minha atenção, e já quero ter o livro em minhas mãos!
    O livro me parece começar de maneira bem intensa e até mesmo um pouco chocante, com um assunto que sempre será debatido e nunca terá um fim, sempre vai ter alguém que vai trazer o mal, certo? Sempre penso assim, que as vezes vamos precisar de pessoa que menos gostamos e menos imaginamos estar ao nosso lado. Aposto que as duas ficaram muito surpresas com o rumo que tudo em ambas as vidas tomaram, desde a ajuda, até o aflorar desse sentimento assustador para elas, que aposto que foi.
    Mesmo tendo lágrimas e o tal final trágico, acredito que boas histórias acontecem assim, certo? Temos ai algo praticamente baseado em fatos reais, coisas que acontecem ai, todos os dias com mil mulheres e poucos tem a sorte de ter um anjo da guarda e serem salvas. O livro parece carregar um grande peso, mas a lição que nos é passada é algo único! Estou participando do sorteio e espero poder trazer essa beleza para casa e me emocionar com meus próprios olhos, assim como você!

    Beijinhos,
    Percepções Blog | Grupo: Mais um livro, Por favor!

    ResponderExcluir
  9. Oi Mi, tudo bem?
    Já tinha visto esse livro em algum lugar, mas nunca parecei para procurar mais sobre ele. Juro por Deus que fiquei arrepiada enquanto lia sua resenha... Meu coração estava na mão, de tão angustiada e ansiosa que fiquei. Acho que preciso conhecer essa obra. É uma pena que o preconceito ainda seja tão grande nos dias de hoje, mas o mundo precisa de mais Olgas e Marisas para combater tudo isso. Lilian foi uma autora de muita coragem, e já estou participando do sorteio para conhecer essa obra maravilhosa!

    Beijinhos, Cássia =)
    Blog Procurei em Sonhos
    ca.vannucchi@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. Ola querida..prazer em conhecer seu blog...
    vi que to bem servida de blogs de livros que resenham livros,,vcs arrasam..menina que historia heim?
    Coom certeza e um livro que nos prende ate o final
    sua resenha bem esclarecedora...
    bjs linda
    www.zilandramakes.com.br

    ResponderExcluir
  11. Já tinha ouvido falar deste livro mas não sabia que era tão bom. Amei sua resenha!
    Quero ler o livro todinho.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Lindona tudo bem?Toda vez que entro aqui babo no seu lay <3.
    Quanto ao livro, fiquei beeem interessada, adoro livros com esses ti relatos, mexem comigo e deixam liçoes maravilhosas para a vida..se eu tiver a oportunidade irei ler com certeza.
    Amei a sua resenha , ficou ótima.
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá Michelle, tudo bem?

    Gostei bastante da premissa do livro, mas depois de me decepcionar muito com Will & Will, vou deixar esta dica apenas no papel por enquanto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. História bem forte, sem dúvidas. Mas chamou minha atenção, o que de tão trágico irá acontecer no final? Confesso que não li ainda nenhum livro homoafetivo, já vi séries de tv e também tenho amigos que são, mas livro até agora não. E por que não começar pelo livro de Olga e Marisa? Não vejo a hora de conferir a história das duas e como a relação delas irá afetar as vidas de ambas e das pessoas que as rodeiam, espero que tenha afetado de maneira positiva; só fiquei encucada com o que você disse do final, que iria ser trágico, mas só lendo para saber! Obrigada pela dica ;) !

    ResponderExcluir
  15. Olá Mi.
    Eu vejo muito esse livro nas redes sociais. Mas não tenho interesse em ler. Pois aborda um tema que eu não gosto. Mas amei a sua resenha que está muito bem escrita.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Gostei da premissa do livro! Parece ser uma história bem interessante. Conheço a autora por outro livro que ela publicou pela Modo Editora, se esse livro for tão bom quanto o primeiro, é uma ótima pedida.

    ResponderExcluir
  17. gostei bastante da resenha, a historia parece ser bem impactante, to torcendo para ganhar e ve o que acontece no final :)

    ResponderExcluir
  18. Só li um livro com romance homoafetivo em toda a minha vida, e o livro tinha uma historia muito triste e sofrida e cenas muuuuitos fortes e inclusive era uma historia real e com um fim trágico, e acho que esse livro que você resenhou tem essa mesma pegada, vou adicionar o livro na minha lista e espero ler em breve já que você fez uma boa recomendação! ;)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias