No Meu Mundo...

07:00



Pessoal, hoje o primeiro capítulo de "A Revelação"! Espero que curtam.  ;)

Ah, e não esqueçam de deixar seus comentários, as opiniões são sempre muito importantes para que eu possa aperfeiçoar cada vez mais os textos.

Boa leitura!

CAPÍTULO 1


Jéssica Sales estava atrasada, marcara a palestra para as seis horas da tarde e faltavam apenas quinze minutos. Ricardo havia prometido que não se atrasaria desta vez, mas parece que se esquecera de novo do compromisso. Ela suspirava, olhava pela janela da frente e suspirava novamente. Caminhava de um lado para o outro com seus saltos finos, marcando o assoalho lustrado da sala de estar.
Trabalhava há quinze anos na Universidade Federal de São Paulo, desde os tempos em que cursava a faculdade e tinha certeza de que agora fizera sua maior descoberta como pesquisadora, o que poderia facilmente ser seu passaporte de entrada na Academia Brasileira de Ciências. Sempre sonhara com esse momento, desde o colegial. Queria ser uma cientista e fazer fama, ajudar as pessoas a prever e intervir nos fenômenos naturais, como furacões e tsunamis. Pensara mesmo em estudar meteorologia, mas essa ideia excluiria por completo o espaço sideral e então ela perderia a oportunidade de tornar úteis, profissionalmente falando, todos os conhecimentos adquiridos com a sua falecida avó, que lhe ensinara muito sobre a lua, o sol e as estrelas. Não, ela não escolhera meteorologia.
Era astronomia sua vocação, sem dúvida. Conseguiu em pouco tempo tornar-se uma das melhores profissionais em sua área e chegou a participar ativamente das pesquisas que identificaram a presença de um novo planeta para o sistema solar, de órbita irregular, contrariando todas as probabilidades científicas.
Mesmo com toda a repercussão internacional, seu nome sequer chegou a ser mencionado. Seu professor Cornélio, coordenador do projeto, foi o único consagrado pela comunidade científica mundial.
— Como se ele tivesse feito tudo sozinho! — reclamava ela. Mas agora era sua vez, essa palestra seria o marco, o pontapé inicial para sua liberdade profissional! Teria seu próprio laboratório, seus próprios telescópios e por que não, seu satélite? Era muita pretensão da sua parte! Mas acontecesse o que acontecesse, ela jamais largaria a universidade, seu berço. Nunca se esqueceria de suas origens, de onde viera e por que escolhera essa difícil carreira. O som da freada brusca a desviou de seus pensamentos.
— Ricardo, está atrasado! Você tinha me prometido que chegaria cedo hoje!
Ricardo ouvia sua voz impaciente e ansiosa. Ela sabia que, dependendo de como se saísse na palestra de hoje, estaria consagrada ou arruinada. Os diretores da Academia estariam presentes, com o propósito de analisá-la para aceitar ou recusar o seu ingresso na comunidade científica. Inclusive Cornélio estaria presente. Ricardo a advertiu para que não o convidasse, mas Jéssica era teimosa e não havia argumento capaz de convencê-la.
Ricardo presenciara a ocasião em que foi feita a primeira divulgação sobre a descoberta do novo Planeta e lembra-se perfeitamente da decepção dela quando leu todos os méritos sendo atribuídos a Cornélio. Não que ela quisesse ser páreo para a competência e experiência do velho professor, com décadas de atuação, mas esperava que ao menos nas letrinhas miúdas seu nome aparecesse uma vez.
Era vingança que ela queria. Estava certa de que desta vez alcançaria a glória tão esperada e queria que Cornélio a visse, subindo os degraus da sua profissão pelos tapetes vermelhos da ciência. Ela fora a primeira! Não a única, mas a primeira e daí vinha toda a sua autoconfiança.
Infelizmente, Ricardo não confiava tanto assim na descoberta de Jéssica. Não fora tão surpreendente aos seus olhos, talvez por falta de conhecimento na área, porque Ricardo era um mero segurança do Museu Municipal. Amigo de infância, sempre fora apaixonado pela jovem cientista, mas com o passar do tempo, casou-se com outra e Jéssica passou a ser para ele apenas uma grande amiga, quase como uma irmã mais nova. Depois da perda da esposa no parto do primeiro filho, eles se reaproximaram e agora Ricardo era o companheiro inseparável que a carregava para todos os lados.
— Oh! Perdoe-me, pelo atraso!
— Onde você esteve, Ricardo? Eu o avisei de que precisaria chegar ao menos meia hora antes! Ainda tenho que preparar o material para as apresentações, nem ao menos passei no auditório antes, para testar a iluminação! Deus do céu!
— Eu sei, mas o trânsito está infernal! Fiquei horas preso no congestionamento. Parece que houve um acidente, havia muitos policiais, bombeiros... Acho que a coisa foi feia! A principal ficou interditada e tive que dar uma volta enorme. Acho que não chegaremos a tempo!
 — Se corrermos ainda dará tempo, então, você dirige! — disse ela, atirando a chave do seu carro na direção de Ricardo, que a deixou cair no chão.
— Dessa vez quase peguei! — riu ele. 

Raquel Pagno
www.raquelpagno.com   


  

You Might Also Like

16 leitores apaixonados❣️

  1. Hum... uma distopia???? Ficção cientifica???? To curiosa!!! rsrsrsrrsrsrs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula!
      Ficção científica, sim. rsrsrs
      Me aventurando pela primeira vez no gênero.... vamos ver no que vai dar. ;)
      Beijão!

      Excluir
  2. Ja estou mega curiosa para o proximo capitulo,e ja to imaginando que ficarei mega brava pois sei que ela devera demorar conseguir o reconhecimento merecido..mais olha me cativou a historia demais,ja vivi coisa parecida de nao receber o meritito visto que era eu quem tinha feito,mais na hora certa veio
    bjs gataaa
    www.zilandramakes.com.br
    apaixonante..quero ver ate o final ler tudo rsrsrs arrasou na escolha
    bjs gataaa
    www.zilandramakes.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zilandra!
      Pois é, a situação é bem complicada. Aliás, quem nunca passou por algo assim, não é mesmo? Será que Jéssica vai conseguir dessa vez? O.o

      Achei muito legal que vc tenha gostado! Espero tê-la por aqui todas as sextas. :)

      Obrigada pela visita e pelo comentário. Beijos!

      Excluir
  3. Fiquei e não fiquei curiosa, entendeu?Não né? Hahahaha...
    Mas também esta no comecinho da história, vou ler mais para tirar minha conclusão, a Raquel pode me surpreender.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Simeia!

      Pois é, bem no comecinho e, se tratando de um livro, esse capítulo é na verdade só uma parte do primeiro, pq senão ficaria lingo demais e cansativo de ler. Achei melhor assim....
      Espero que continue acompanhando, garanto que tem sim, muitas e muitas surpresas vindo por aí. ;)

      Beijocas!

      Excluir
  4. Oi Raquel, tudo bem?
    Da onde você tira tanta imaginação??? Acho que se abrirmos o seu cérebro, vão sair vários personagens de lá gritando, risos...
    Eu concordo com Ricardo, acho que ela não deveria ter convidado o professor, para mim, ela vai encontrar um ambiente hostil pronto para devorá-la e tudo por influência dele.
    E fiquei na torcida para que ela enxergue Ricardo....
    Como sempre, seus textos prendem nossa atenção e não queremos largá-los.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila!

      Pior que é isso mesmo! São tantos personagens na minha cabeça.... há noites em que esses danados nem me deixam dormir, só fazendo barulho e me pedindo pra ir pro papel. rsrsrs
      Preciso de mais umas três reencarnações pra conseguir escrever tudo o que quero!! kkkk

      Bom, Ricardo se tornou um grande amigo, então, sei lá se a Jéssica ia querer algum outro tipo de relacionamento com ele. Mas personagens são imprevisíveis, vai que rola, né? ;)

      Obrigada por acompanhar! Beijão!

      Excluir
  5. Olá

    Adorei o capítulo, ficou com aquele gostinho de quero mais. E como sou apaixonado por astronomia e ficção científica estarei acompanhando cada capítulo.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo!
      Que ótimo! Será sempre uma honra tê-lo por aqui. ;)
      Beijão!

      Excluir
  6. Oi Raquel, enfim consegui pegar uma historia sua desde o começo, olha a leitura que eu fiz do seu texto não me prendeu muito, a historia é legal, mais não me fisgou vou levar em consideração por ser o primeiro capitulo né?! vou acompanhar, e espero gostar dos capítulos futuros. Aaah!! Você tem uma escrita muito boa viu, parabéns! ;)

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Giselly!
      Pois é, estamos apenas começando... Mas não desista ainda, a coisa vai esquentar, e muito! ;)
      Beijão!

      Excluir
  7. Ola Raquel adorei já o primeiro capítulo, muito sucesso e já vi que teremos nossa vilã hehe . Astronomia adoro esse tema . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joyce!
      Pois é, vilões são o máximo né? hehehe
      Que bom que gostou! Não deixe de acompanhar!
      Beijos!

      Excluir
  8. Oi. Não gosto muito de ficção cientifica, mas vou ficar ligadinha aqui e descobrir e vou gostar ou não.

    Beijos
    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Raquel, não gosto de ficção científica muito não. Mas vou tentar acompanhar tá?

    Beijo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias