No Meu Mundo...

07:00


Boa Leitura! Aguardo seus comentários! ;)

CAPÍTULO 6

— Não se martirize, filha. Eles já haviam ido embora antes de você apresentar suas conclusões sobre o codex. Mas, deixe-me terminar. Onde estávamos? Ah sim, quando os enviados de Roma descobriram os livros daqueles que até então haviam sido considerados índios, ordenaram imediatamente que todos fossem destruídos, sob a alegação de que os rituais de sacrifícios humanos descritos em tais livros eram conspirações demoníacas e que não poderiam ser passados para as futuras gerações para evitar a continuação das práticas não católicas. “O bispo de Yucatán, D. Diego de Landa, ordenou a apreensão e a queima de centenas de volumes de livros, chamando isso de um ato de fé; além disso, determinou que a utilização daquela escrita demoníaca seria punida com a morte. Esse mesmo bispo quando retornou à Espanha, escreveu um relatório intitulado Relacion de las Cosas de Yucatán, em 1566, para justificar sua ação repressiva. Informou que os livros continham descrições de cerimônias diabólicas e sacrifícios humanos. O relatório ficou esquecido até 1863, até ser descoberto pelo sacerdote Charles Etienne Brassuer, que era interessado nas culturas pré-colombianas. Salvaram-se apenas quatro livros da destruição, três conhecidos há muito tempo e um que apareceu após a Segunda Guerra Mundial. Do que restou da produção literária, sobressai o Popol Vuh, livro sagrado, que contém numerosas lendas, considerado um dos mais valiosos exemplos da literatura indígena.”.
— Posso fazer apenas uma perguntinha?
— É claro, fique à vontade.
— Como podem os espanhóis ter encontrado e destruído a civilização por inteiro, se a história nos conta que os maias desapareceram mais ou menos no ano 600 d.C.? Ao que me consta, os espanhóis só chegaram por volta de 1523, estou certa?
— Ninguém sabe explicar ao certo o motivo, mas as antigas cidades dos maias foram abandonadas por eles. Alguns dizem que as guerras e invasões seriam a causa da sua saída, outros, que o modo de vida sedentário teria esvaído o solo e acabado com a agricultura, obrigando-os a mudar-se para continuar com seu cultivo primitivo, causando novo esgotamento do solo e seu consequente e rápido abandono. Essa e outras informações ficaram perdidas para sempre com a destruição das escrituras maias. Como eles conseguiram adquirir tamanho conhecimento em astronomia e matemático, também é um fato o qual não conseguimos explicar.
— Não estou entendendo, Victor. Você está me dando uma aula de história completa sobre a cultura dos maias, mencionou uma profecia, um erro nos cálculos temporais, mesmo sabendo que eu não acredito em nenhum ponto de vista religioso. Onde pretende chegar com tudo isso?
— Eu preciso da sua ajuda, Jéssica.
— Da minha ajuda? Mas para quê? Você não está pensando em me tornar uma tradutora de textos antigos, não é mesmo? Será que está com seu trabalho tão atrasado que quer que me mude para o México para ajudá-lo? — riu ela, brincalhona.
— Não, eu não quero que se mude comigo para o México. Na verdade eu preciso de dados mais precisos sobre as alterações das datas sugeridas pelo codex. Também gostaria de saber mais sobre as explosões solares que mencionou na sua palestra. Imagino que isso seja um dos sinais de que a profecia está se realizando.
— Quer dizer que os antigos maias conseguiram prever as explosões solares sem ao menos um telescopiozinho? Queria ser competente como esses caras!
— É mesmo impressionante, você não faz ideia do quanto. Não só as explosões solares que você tem observado desde 2003, mas também o aquecimento global, o derretimento das geleiras e calotas polares, as guerras e até o colapso financeiro mundial estava previsto. A profecia fala do final de um ciclo solar, que eles acreditavam ser o quinto. Eles aceitavam a teoria de que quatro antigas civilizações haviam habitado a terra antes deles. “A primeira era teria sido destruída pela água, depois de chover sem parar, coincidindo com o mito do dilúvio. O segundo mundo teria sido destruído pelo vento e o terceiro pelo fogo. O quinto mundo, o que nós vivemos hoje, de acordo com as profecias do rei-profeta maia Pacal Votan, será destruído pela fome, depois de uma chuva de sangue e fogo.” Em minha opinião, a inundação que destruiu a primeira civilização é o próprio dilúvio da nossa Bíblia Sagrada.  É incrível como tudo se encaixa e como tudo faz sentido perfeitamente. Se você comparar com as profecias de Nostradamus, por exemplo, ou com as de São Malaquias, verá que as datas que você encontrou, quando convertidas ao nosso calendário atual, são muito próximas. Chegam a coincidir.
— Desculpe, Victor, mas nunca tive o hábito de analisar antigas profecias. Nem ao menos sei como funcionavam esses outros calendários, além dos que estudei na universidade e agora do codex. Mas, diga-me em que posso ajudá-lo? Você mencionou precisar da minha ajuda, mas confesso que até agora não vejo como poderei ser-lhe útil. Quer que eu o ajude a calcular as datas, é isso?
— Pode ser que sim, embora já tenha feito isso milhares de vezes, junto com o grupo de estudiosos dos quais lhe falei. Já revisamos e tornamos a revisar as traduções, bem como os cálculos temporais. A conclusão é sempre a mesma.
— Então, diga-me, em que posso ajudá-lo?

— Você terá que acreditar na profecia se quiser me ajudar e mais, terá que acreditar que ela ainda irá se concretizar, ainda neste ano. Precisamos encontrar o portal deixado pelos maias e libertar a humanidade.

Raquel Pagno
www.raquelpagno.com    


  

You Might Also Like

13 leitores apaixonados❣️

  1. Oi Raquel! Ta ficando quente heim! To adorando!!!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Sim, vai esquentar ainda mais, te garanto! ;)
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá Raquel,
    menina que isso? Uma historia sobre o fim dos tempos?
    Me peguei arrepiada com o que você escreveu neste pequeno capitulo.
    Pronto você me prendeu a sua historia e agora eu quero mais, não demore tá para lançar.

    Beijokas Ana Zuky

    http://www.sanguecomamor.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!!
      Então, dessa vez um enredo diferente... Que bom que te peguei de jeito! kkkk
      Continue acompanhando, a partir de agora, as coisas começarão a acontecer. ;)
      Beijos!

      Excluir
  3. Uau, tô sem fôlego!
    Tu escreve muito bem e me deixou com crise de ansiedade, que só vai passar depois que eu ler mais capítulos. Sinta-se culpada! hehehe

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alessandra!
      Obrigada! :D
      Não deixe de acompanhar. Muitas emoções estão por vir.
      Beijocas!

      Excluir
  4. Raqueeeel! Minha linda, tudo bom?!
    Sempre que vejo seu nome, me bate uma saudade de Legado de Sangue, Miguel.. Já começo a suspirar, sinto saudades dessa história e quero muito reler! Como esse é o capítulo 6, não sei se vou conseguir entender MUITA coisa, mas quem sabe, vou ler mesmo assim <3
    É, fiquei um pouco perdida mesmo, mas até um pouco chocada, pois o livro me parece ser bastante intenso, e sinto uma conspiração por ai, será que estou certa? Vou ir atrás dos outros capítulos e ler certinho, ai tenho certeza que vou entender o que está acontecendo. Como sempre, sua escrita é maravilhosa! <3

    Beijinhos,
    http://www.percepcoes.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda!
      Ah Miguel... rsrsrsrs
      Os capítulos anteriores estão no marcador da coluna "N Meu Mundo", ao lado direito do blog, caso queira lê-los. ;)
      E não perca os próximos, vem muita, mas muita aventura por aí!
      Beijão!

      Excluir
  5. Oi Raquel!

    Ainda tenho que pegar um dia e ler todos os capítulos, pois já estou sentindo que essa história promete, ainda mais porque li Legado de Sangue e amei sua escrita e desenvolvimento perante a história! Espero gostar também de No meu Mundo!

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sammysam!
      Que legal que gostou do Legado!! :D
      Essa é uma aventura bem emocionante, sim. Quando puder ler o s capítulos anteriores, deixe sua opinião aqui pra gente, ok?
      Muito obrigada! Beijão!

      Excluir
  6. Raquelllll mulher de Deus! Comecei a ler e vi que me perdi, acho que só li os primeiros, agora to meio na corrida aqui, vou voltar mais tarde para ler desde o inicio, saudades da sua escrita já!!
    Ps: Vi uma resenha linda do Legado hoje!
    Bijãoooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula Juliana!
      Quando tiver um tempinho, leia os anteriores, são todos bem curtinhos como este. ;)
      Oba! Resenha! Vou procurar pra ler. :D
      Obrigada! Beijos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias