A Cultura Musical do Brasil

16:53

A CULTURA MUSICAL DO BRASIL

Outro dia estava ouvindo minhas músicas favoritas e fiz uma constatação: são todas antigas, ou pelo menos a imensa maioria delas. Tanto internacional quanto nacional.
Aí fui procurar saber o que anda acontecendo com a nossa música.

Vivemos uma época de muito (ou nem tanto) consumismo, e isso fez com que a qualidade das músicas caísse. Em todos os setores. É tão visível que não tem como mascarar isso.

Este ano completou-se 30 anos de Axé na Bahia e no Brasil. É uma marca interessante, mas aí você vai comparar o que a Daniela Mercury cantava há vinte anos e o que canta hoje... Espera aí, eu não consigo me lembrar de nenhuma música atual dela. Como isso pode acontecer? Para quem fez um estrondoso sucesso com a música CANTO DA CIDADE que era uma bela canção, não há nada em comparação atualmente. E não é só com ela. Procure os grandes compositores do país e veja o que eles estão fazendo. Provavelmente estão compondo, mas onde estão essas músicas, que devem ter uma qualidade. Ninguém deixa de fazer o que é bom para fazer o ruim.

No sertanejo acontece o mesmo. Não é mais raiz. É o sertanejo novo, da cidade, que fala de pegação... Não conta mais aquelas belas histórias do sertanejo, da roça e de belas canções de amor. Virou universitário, apesar de que tem letras que não devem ter passado do ensino fundamental.

Os grandes cantores cantam apenas os sucessos de antigamente. Muito difícil divulgar alguma canção nova. Por quê? Fácil de responder.

As gravadoras e, mais especificadamente, as rádios só estão colocando para tocar músicas chamadas de consumo. Com letras extravagantes e com refrão grudento, que nada tem a dizer.

A coisa merece um tratamento sociológico, pois acredito que a música atual reflete a sociedade em que vivemos hoje.

Quer um exemplo maior do que o Funk? Só esse tipo de música apresenta variações que vão desde o Melody até ao proibidão. E por quê fazem tanto sucesso? Não sei dizer. (e pensar que diziam que a Lambada era proibida hehehehe).

Rock Nacional talvez ainda seja o que ainda tem algum fôlego, pois temos ótimas bandas, atualmente. Mesmo assim ainda ouvimos as bandas dos anos 80 e 90.

E não se pode esquecer o forró. Ainda tem aquelas de duplo sentido, mas as músicas são muito bem elaboradas e continuam fazendo sucesso. E confesso que até gosto do forró. De cantar e dançar.

Música boa não tem idade, eu sei, mas quando a gente só ouve aquelas de vinte, trinta, quarenta anos atrás é porque tem algo muito errado com as que são gravadas e fazem sucesso hoje.


Antonio Henrique Fernandes Neto
Colunista.


You Might Also Like

24 leitores apaixonados❣️

  1. Adorei o texto! Concordo com você, e também por causa dessa musica de consumo os cantores simplesmente não sabem cantar e os que sabem entraram na onda também. Eu não gosto mais de ouvir a radio, não consigo ouvir musicas que falam de traição, pegação e muitas delas fazem da mulher um objeto! Isso me revolta kk
    Enfim, só queria compartilhar esses sentimentos mesmo
    Beijos
    http://romanticaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edna,
      que bom que usou meu texto para desabafar hehehehe. Tá difícil ouvir rádio hoje em dia. música que só tem refrão.
      bjs

      Excluir
  2. Faz todo o sentido Mi! Agora compreendo porque eu desanimei em escutar música, quase não faço mais isso hoje em dia .... em pensar que aos meus 12/13 anos eu adorava ouvi-las. Mas é isso mesmo, hoje em dia as músicas se resumem em coisas sem sentido, em letras feias e sem estória. Hoje em dia é tudo tchu tcha, lepo lepo ... isso é triste!

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Então, as músicas viraram produto de consumo e não produto de qualidade. Esqueceram a qualidade em alguma esquina por aí. triste isso.
      bjs

      Excluir
  3. Ótimo seu texto, e muitas vezes me pego fazendo o mesmo questionamento...Onde a música boa foi parar? Acho que as grandes gravadoras atualmente só tem focado no consumo e a música parou de ter a função que era de transmitir alguma mensagem! Espero que em algum momento no futuro isso mude! Afinal a esperança é a última que morre!

    Beijos,
    Carol
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Carol,
      Tenho a mesma esperança sua. Um dia a qualidade volta e a gente vai ouvir novamente músicas que tocam o nosso coração de alguma forma e não agridam o ouvido, como hoje.
      bjs

      Excluir
  4. Olá =)

    É um ótimo questionamento. Como nasci em uma casa musical, cresci ouvindo Jovem Guarda por causa do meu pai. Então, as minhas referencias musicais são todas daquela época, seja nacional ou internacional. Apesar de gostar das músicas novas, não há mensagens a serem transmitidas como as de antigamente. Ainda tenho esperança HAHAHAHAHA Parabéns pelo texto!

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Roberta,
      hoje as músicas só querem passar refrão chiclete, é muito pouco. a qualidade esqueceram em algum lugar do passado (nome de filme kkkk), mas assim como vc tenho esperanças também.
      bjs

      Excluir
  5. Antonio, não é que isso tem acontecido mesmo? Eu tenho 23 anos, mas não escuto tantas músicas novas como eu gosto das antigas, hoje mesmo, estava mostrando pra uma amiga algumas músicas do Pearl Jam, que não são nem da minha época, eu aprendi muito com os meus irmãos que são 10 e 11 anos mais velhos do que eu, eles acabam inlfuenciando demais o meu gosto musical. Gostava quando existiam funks sem maldade, a batida é ótima pra dançar, mas as letras degradantes. Eu ainda vejo a Daniela Mercury fazendo sucesso, ela parou de lançar músicas novas? Eu não ouço rádio então talvez seja por isso ou pelo sintoma que você disse perceber das rádios só tocando sons comerciais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Stephanie,
      Acho complicado dizer quem está lançando músicas novas das antigas, porque essas não tocam nas rádios, talvez até estejam, mas não tem o mesmo alcance que essas músicas mais comerciais de hoje. E mantenha o seu gosto musical viu? hehehe.
      bjs

      Excluir
  6. Olaa
    Belo texto, adorei, muito bem escrito.
    Bom, eu sou suspeita pois adoro músicas nacionais, princupalmente mpb, amo hahaha

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Catharina,
      Continue com seu gosto musical, por favor hehehe.

      Excluir
  7. Oiii,

    Primeiramente: parabéns pelo texto! Está incrivel!
    Eu não tenho o costume de ouvir músicas atuais sabe? Minha playlist para em 2008 e olhe lá, não gosto do que está tocando hoje em dia e acho que como você mesmo disse, o pessoal que vender somente, não existe mais qualidade.
    Parabéns novamente!



    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula,
      Obrigado pelo carinho. Quando a gente vê muitas pessoas comentando que preferem as músicas mais antigas é porque tem algo muito errado com as que tocam atualmente. E isso precisa ser consertado, mas não vejo a curto prazo, vai demorar um pouco.
      bjs

      Excluir
  8. Olá Antônio, gostei bastante do seu texto e concordo totalmente, fala bem da triste realidade musical do nosso país, tenho 16 anos e a maioria das musicas brasileiras que ouço são de 20,30 anos atrás, até minha mãe fala que nasci no tempo errado. O verdadeiro sentido da musica foi embora e trouxeram o desejo de ganhar mais e mais sem nenhuma qualidade.

    Abraços,
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vinicius,
      Infelizmente é isso. o desejo de vender ganha do desejo de ouvir uma boa música. mas um dia isso pode mudar, vamos ter esperanças.
      um abraço,

      Excluir
  9. hoje em dia ninguém quer escutar coisas legais, ou coisas que falam de amor sabe.
    só querem ouvir algo sem conteúdo q fale de sexo. chega a ser deprimente viu.
    tipo o cenário brasileiro só tá decaindo e na minha opinião o funk devia ser proibido pq só faz apologia a coisa q n presta.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice,
      o Funk só retrata a educação que o povo tem devido ao seu governo. Isso precisa mudar. tenho esperanças que isso aconteça ainda neste século.
      bjs

      Excluir
  10. Concordo plenamente...
    As músicas estão perdendo seu valor cultural para ganhar no economico. Vejo muita banda, que antigamente eram boas e tinham suas músicas originais, para hoje ficar fazendo versão brasileiras de músicas de sucesso internacional. Para mim isso é vergonhoso
    Vai entender o que se passa na cabeça desse povo..kkkk

    Adorei sua postagem... Beijos
    http://clubedolivrope.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Devil,
      É complicado. Estamos passando por uma entressafra cultural, em todos os sentidos, incluindo o musical, a qualidade passa longe e a criatividade então, bandeia-se para o outro lado hehehe.
      Obrigado pelo carinho, bjs

      Excluir
  11. Amei!
    Realmente a gente acaba esquecendo, ou não dando valor, à nossa cultura antiga.
    30 anos de Axé e meus quase 20 anos de Bahia, afirmo com categoria que a melhor fase do axé foi a de antes deu nascer.
    Pularia carnaval tranquilamente com as músicas de Caldas e nossa, O Canto da Cidade arrepia até hoje.
    Definitivamente, o Rock nacional antigo tinha uma pegada muito mais legal, mas eu ainda acho que bandas atuais trabalham ele de uma forma bem legal, vide Capital Inicial.
    AMO o Show que eles fizeram em Brasília em 2008, se não me engano.
    Nossa, essa postagem me fez reviver muitas coisas. Vou ali tocar minha playlist, haha.

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Bárbara,
      Para vc ver, Capital Inicial é da minha adolescencia nos anos 80, e ainda tá na estrada com a mesma qualidade. Espero poder ver essa mudança, voltando para a qualidade, e não essa futilidade que há hoje em dia.
      bjs

      Excluir
  12. AMEI sua postagem! Concordo com tudo que disse! As músicas de hoje perderam muito a qualidade, sinto falta do velho MPB que ouço até hoje. Essas músicas atuais (pricipalmente funk) que tem letras obscenas e horrorosas praticamente furam meus tímpanos! Tudo bem que cada um tem seu gosto, mas vou te falar, as músicas de hoje estão cada vez piores!
    A única coisa que salvava mesmo é o rock, mas mesmo assim, só o internacional, porque faz tempo que não ouço um nacional bom.. até Pitty sumiu!
    Enfim, amei o seu post!
    Beijocas
    www.romanceseleituras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Larissa,
      Até Skank, Cidade Negra, e outros mais anos noventa estão sumidos (das rádios e programas) e com isso a qualidade caiu. Funk é campeão do mal gosto. A parte internacional, como vc disse, é que ainda salva atualmente.
      obrigado pelo carinho,
      bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias