Resenha # Redenção

10:00

Quando Kari Baxter Jacobs descobre que seu marido está envolvido em um relacionamento adúltero e pensa em divorciar-se, ela decide que vai amá-lo e permanecer fiel ao seu casamento a qualquer custo. Para isso, precisará enfrentar incertezas do passado e conflitos interiores urgentes. Este livro mostra como Deus pode resgatar relacionamentos aparentemente sem esperança, a importância da fé para transformar a vida e ilustra uma das principais mensagens de Gary Smalley: o amor é uma decisão. Redenção é o primeiro livro da série de mesmo nome. Em cinco livros, Gary e Karen Kingsbury escrevem sobre os Baxter, uma família temente a Deus e que enfrenta problemas como qualquer outra. Os livros exploram temas de relacionamento familiar, como amor, traição, mentiras, frustações e realizações. Além do ótimo enredo e da capacidade ímpar de descrever emoções, atributos característicos de Karen Kingsbury, nos livros da série os leitores desfrutarão também de um questionário para discussão em grupo, além de notas dos autores sobre os temas levantados na trama.

Autores: Karen Kingsbury e Gary Smalley  //  Páginas: 438  //  Editora: Planeta  // Selo: Pórtico  // Classificação: Excelente  // Onde Comprar:  FNAC   Amazon  Saraiva  Americanas






No inicio da história, conhecemos Dirk Bennett, estudante de jornalismo, totalmente desesperado e querendo dar uma represália em Tim Jacobs, por roubar sua namorada, mas tinha um detalhe muito importante, ele era casado com a bela Kari Baxter Jacobs.

Mesmo mantendo o relacionamento extra conjugal, Tim se sentia culpado, pois sabia que estava pecando contra sua esposa, mas tinha se apaixonado por Ângela.


"Ele estava apaixonado por Ângela Manning profunda e completamente apaixonado. Era errado, sem dúvida, mas ele não podia negar seus sentimentos ou o modo como ela o deixou sem opção senão a de ficar com ela. E foi essa constatação que a voz da culpa passou a ser nada menos do que implacável."
Página 15

Enquanto estava descobrindo o sentimento por Ângela e tentando vivê-lo, ele coloca em xeque, toda a sua criação religiosa e a existência de Deus, ainda mais quando o divórcio lhe parecia tão atraente, mesmo sem ter coragem de pedir a esposa. O que Tim não esperava, era que sua esposa Kari fosse descobrir sua traição da pior forma possível.


"Kari... - Ele deu dois passos em sua direção e parou. Ela queria dar-lhe um tapa no rosto ou um chute, ou pedir-lhe que fosse para casa com ela e dissesse que era tudo um engano."
Página 29


Kari estava disposta a perdoar seu marido e viver segundo os mandamentos de Deus, mas ela nunca imaginou o que seu marido iria lhe pedir e isso iria abalar até seu relacionamento com Deus, por causa do imenso sofrimento que ela estava passando.


Enquanto vivia sua dor, Kari lembrava como conheceu Tim e como ele fez com que ela esquecesse seu grande amor Ryan.

Kari resolve buscar consolo nos seus pais e os dois ficaram ao seu lado para auxiliá-la principalmente buscando em Deus sabedoria para esse momento tão difícil.

No meio desse turbilhão, ela descobre algo que a deixa feliz e triste ao mesmo tempo e junto com essa notícia, ela reencontra Ryan, seu grande amor do passado que nunca a esqueceu e esse reencontrou mexeu  muito com os dois, despertando sentimentos já adormecidos.


"Ela fechou os olhos. A última coisa em que precisava pensar era Ryan. Mas como não pensar depois de passar um tempo com ele novamente, sentindo seus braços em volta dela? Ela piscou e se afastou da janela, caindo em sua velha cama."
Página 141


E para piorar a situação, ele se declara para ela e como desejava ter ouvido isso antes, mas estava focada em salvar seu casamento, mesmo com seu marido não querendo e fazendo tudo o que sempre condenou.

Depois de contar a novidade para Tim, Kari começou a seguir sua vida, orando para restaurar seu casamento, mas Ryan estava lhe despertando a cada dia o amor que estava escondido, pois se encontravam cada vez com mais frequência.

Para fazer seu casamento dar certo, Tim e Kari procuraram ajuda e ela se afasta de Ryan, mesmo ainda tendo um forte sentimento por ele.

O que Tim não contava, era a revelação que sua e- amante faria, logo quando sua vida estava voltando ao normal, principalmente sua comunhão com Deus.

Para piorar a situação a desgraça cai novamente sobre Tim e Kari.

Final surpreendente, totalmente de rendição!





Quando li a sinopse do livro, não imaginava que a temática seria voltada para a comunhão com Deus, mostrando que mesmo com todas as dificuldades a vontade Dele é suprema e soberana.

O enredo é bem estruturado, focado na Kari, segunda filha do casal Baxter, que tem uma grande decepção em seu casamento e como sua comunhão com Deus é perfeita. É a primeira vez que tenho contato com esse tipo de enredo e me cativou bastante.

Os personagens são maravilhosos, muito bem desenvolvidos e explorados, me deixando completamente fascinada por eles.

A narrativa é contagiante e ocorre de maneira bem fluída, mesmo com partes voltadas mais para fé.

Tanto a capa, como a diagramação estão perfeitas.

Não encontrei nenhum erro de revisão!

Ansiosa para conhecer a próxima pessoa da família que os autores irão explorar!





Resenha feita em parceria com o site Arca Literária

You Might Also Like

12 leitores apaixonados❣️

  1. Confesso que o livro não conseguiu me conquistar ... Apesar de achar interessante sobre o que se trata a história, não conseguiu me despertar para morrer de vontade de ler, não sei exatamente o motivo, mas acho que não é para mim :/ Mas gostei de saber mais sobre o livro, no entanto, para mim fica para a próxima! E que bom que foi uma boa leitura e espero que os próximos também sejam!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Mi!
    Gosto de livros com dramas e reconquistas, ainda mais quando a religiosidade está a frente, mostrando que temos de superar os problemas e confiar com nossa fé em Deus, porque Ele só faz tudo para nosso bem.
    A leitura deve ser tensa, porém engrandecedora.
    “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi.
    O livro parece ter uma história bonita e interessante, mas não me senti fisgada por ele.
    Confesso que até hoje nunca li nada com cunho religioso e nem sei se gostaria.
    De toda forma pela sua resenha, e por notar que o livro te agradou, vou colocá-lo na minha lista.
    Pode ser que um dia eu mude de ideia e resolva ler.
    Ótima resenha flor.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii Mi
    Eu gostei da capa do livro, achei o trabalho gráfico encantador.
    Porém a temática não me agradou, e por isso não faria essa leitura.
    Em contra partida adorei a resenha e os pontos que abordou, beijos
    Conversas de Alcova ❤

    ResponderExcluir
  5. Oi Michelle, que olhar triste tem a moça na capa do livro em compensação a casa é num lugar maravilhoso!Adoro capas bonitas que trazem um conteúdo forte, que trata da dor de muitas mulheres nesse mundo de Deus. Realmente, ela parece estar dando murro em ponta de faca, mais quem sabe a direção exata a seguir não é mesmo?!O amor sempre planta uma confusão no coração quando o que era correspondido já não é mais. Livro bom, gostei dele!
    Beijos e boas leituras
    Mila Cris
    http://scraplivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Michelle!
    Sua resenha está linda e adoro ser leitora de seu blog, mas o livro não me interessou muito, quando chegou na parte 'roubar namorada' já senti antipatia pelo enredo. Roubar alguém me passa a ideia de objeto :(
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bem?
    Esse não é exatamente o tipo de livro que eu leio, mas eu gostei muito da premissa, os personagens parecem que amadureceram na historia e eu adorei ver isso em um livro, talvez que eu dê uma oportunidade a ele :)

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ola!
    O livro parece bem interessante mas não é bem o que eu gosto de ler, porem bela resenha!
    Vivi
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    O livro parece ser maravilhoso, mas não me senti cativada pela história :/
    Sei lá, acho que não é muito o tipo de leitura que eu estou acostumada!! Talvez mais pra frente eu posso considerar a leitura!!
    Adorei a resenha ♥

    Beeeeijos!
    http://cupcakedeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?! Assim que comecei a ler a resenha tinha a certeza que eu não iria gostar do livro, apenas por ter lido a capa, achei sem graça. Mas depois que fui vendo de como era a historia, me interessei bastante, é tão diferente, quando você ver que alguém trai o companheiro já se espera que, essa pessoa termine o casamento, o se vingue, mas achei tão diferente, depois disso a pessoa lutar pelo relacionamento, me interessei bastante! Com certeza irei ler!
    Beijos, Leitor Sagaz.

    ResponderExcluir
  11. Não curto muitoo esse estilo de leitura, porém parabéns pela resenha que ficou muito bem feita!
    Bjuss e sucesso ao blog.
    - Bai (www.blackisthenewhappy.wordpress.com)

    ResponderExcluir
  12. Olá! Em um primeiro momento, achei a sinopse um tanto quanto confusa. Depois que fui lendo a sua resenha, percebi que essa não é mesmo uma temática que me chame a atenção. Vou passar, mas fico feliz que você tenha gostado tanto da história. É ótimo quando nos surpreendemos. Legal que os autores souberam desenvolver bem a obra ;) Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias