Resenha # Primeiro e Único

08:00

Resenha por: Suelen Fernandes
Título: Primeiro e Única 
Autor(a): Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 448
Ano: 2015
Compare e Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Nota

Sinopse: Shea tem 33 anos e passou toda a sua vida em uma cidadezinha universitária que vive em função do futebol americano. Criada junto com sua melhor amigas, Lucy, filha do lendário treinador Clive Carr, Shea nunca teve coragem de deixar sua terra natal. Acabou cursando a universidade, onde conseguiu um emprego no departamento atlético e passa todos os dias junto do treinador e já está no mesmo cargo há mais de dez anos.
Quando finalmente abre mão da segurança e decide trilhar um caminho desconhecido, Shea descobre novas verdades sobre pessoas e fatos e essa situação a obriga a confrontar seus desejos mais profundos, seus medos e segredos.
A aclamada autora de Questões do Coração e Presentes da Vida criou uma história extraordinária sobre amor e lealdade e sobre uma heroína não convencional que luta para conciliá-los.

Shea é uma mulher inteligente e trabalha como Jornalista na universidade de Walker. Sua maior paixão é o futebol americano. Desde pequena ela aprendeu a amar o time do Walker e ao treinador Carr.

A Shea é a melhor amiga de Lucy, mas a família Carr está passando por uma momento muito difícil pois a matriarca da família acaba de falecer por causa de um câncer. Todos estão desolados e Shea tenta ajudar a Lucy a superar isso.

A vida de Shea é a mesma coisa a anos ela namora Miller um ex jogador de futebol americano e hoje em dia trabalho como professor de educação física. Ninguém aprova esse namoro, pois Miller é um maconheiro sem perspectiva de vida. Mas Shea continua com essa relação até o treinador Carr dá a sua opinião de que ela deveria acabar com isso. Então Shea leva em consideração e acaba terminando o namoro.

Treinador Clive Carr é uma homem de 55 anos, sua vida sempre foi o futebol americano e ele acaba de perder sua mulher. E apesar dele está sentindo muito falta dela, algumas coisas diferentes começam a acontecer, como por exemplo ele começa a reparar que Shea é uma mulher muito bonita e inteligente, e eles tem o amor pelo futebol em comum, por isso os dois começam a ficar mais próximos.

[...] depois da morte da Sra. Carr, me peguei fazendo reflexões sobre a minha própria vida, de um jeito que antes eu evitava. Eu não conseguia lutar contra o sentimento de insatisfação pelo estado atual das coisas, tudo aquilo que sempre me fez sentir confortável e suficientemente bem. [...] Até mesmo o trabalho que eu tanto amava parecia pequeno e sem importância, especialmente tudo o que não envolvia o futebol americano em si. Sei que eu tentava explicar o meu trabalho dizendo que estava simplesmente seguindo a minha paixão – um argumento criado para justificar o meu salário miserável. Sim, o futebol americano era a minha paixão e Walker, a minha casa, mas bem lá no fundo eu sabia que permanecia lá porque me sentia segura e porque era fácil, não porque fosse exatamente o certo.

Quando comecei a ler esse livro achei que seria mais um história onde a mocinha se apaixonaria por um atleta famoso e que ela encontraria o seu caminho. Shea até tem um relacionamento com um atleta famoso. Ela se reencontra com Ryan e eles começam a se conhecer, até namoram por um tempo, mas a história não para por aí. Eu nunca iria imaginar que a história iria mais além.

Como deve ser você se apaixonar pelo pai da sua melhor amiga? Como deve ser se relacionar com um homem 20 anos mais velho que você? E ainda por cima se ele acabou de perder a sua esposa, que era como uma mãe para você? Confesso que no começo, quando comecei a desconfiar do que se tratava a história fiquei meio receosa e até surgir um pré-conceito por causa da idade dos dois. Mas sabe quando os personagens vão te ganhando e no final você acaba torcendo pra que tudo dê certo? Essa fui eu quando estava lendo esse livro.

Emily como sempre soube escrever uma bela história onde nos mostra vários pontos de conflito, Shea tem que lutar por esse amor que aparece de repente, e além disso lutar com vários pré-conceitos. Teve que fazer escolhas muito difíceis e em alguns momentos se sacrificar pela felicidade dos outros. O que mostrou que ela é muito altruísta.

Além de todo o drama a Emily nos apresentou ao mundo do futebol americano, nos ensinou o significado de várias jogadas, como é a forma de selecionar os jogadores, as falcatruas que tem por trás de todo o glamour. Conhecemos também o mundo do jornalismo esportivo, como esse meio é competitivo e como um jornalista pode ser imparcial na hora de escrever uma reportagem.

O livro é narrado em primeira pessoal, onde só temos a visão dos fatos pela Shea. A diagramação do livro é simples e bonita. Não vi nenhum erro de ortografia. A capa é perfeita e bem condizente com a história.

Mais uma vez me emocionei com uma história dessa autora incrível, torci pelo casal e me senti participando a história. Aprendi que para não perder uma amizade as vezes temos que renunciar algumas coisas e que se algo tem que acontecer, não importa o tempo que passar ela acontece. Não devemos nos estacionar e sempre procurar coisas novas, realizar novos desafios pois a vida não para. Esse é um livro que recomendo a todos os leitores.

Olhei de verdade, tentando identificar a qualidade exata que o fazia diferente dos outros homens. Havia alguma coisa muito especial nele. O treinador tinha um modo de ocupar o espaço ao seu redor com tanta dignidade. Era quase como se houvesse uma barreira invisível  em torno dele que você sabia que não poderia penetrar com aquele velho discurso de parabéns depois do último jogo. Ele sempre foi caloroso e cordial, até com estranhos, mas ainda assim se mantinha numa redoma, era autossuficiente, quase misterioso, de um jeito que sempre me cativou muito.
- No que está pensando? - Questionou ele de repente.

Beijinhos!

You Might Also Like

13 leitores apaixonados❣️

  1. Oi Suelen, eu estou com esse livro para ler na minha estante, to com falta de tempo na verdade, mas ele será um dos próximos que ire pegar, estou muito ansiosa para conferir a leitura, achei a premissa muito interessante :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Suelen. Com certeza surge um certo preconceito, até eu fiquei meio receosa quando você citou essa parte, mas tem vezes que o casal ganha o nosso coração e a idade não importa. Adorei a resenha!
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu já li tantas resenhas negativas sobre esse livro que já não sei mais se realmente o quero ler =[ A sua é a primeira positiva que leio!
    Acho que talvez eu faça a leitura para tirar minhas próprias conclusões, mas tenho certeza que vou enjoar de tanto futebol americano na história, rs.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  4. Oie!!!
    Já vi várias e várias pessoas falando super bem desse livro mas nunca tive vontade de ler.
    Não sei, tenho a impressão de que se eu tentar vai ser uma leitura extremamente cansativa.
    mas, que bom que você gostou!
    ;*

    www.saladadelivros.com

    ResponderExcluir
  5. Apesar de ler muitas resenhas boas sobre o livro, ele não consegue aguçar meu interesse.
    Pode ser emocionante, mas acho que não começaria minha leitura da Emily Griffin por esse livro.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  6. Oi Suelen, tudo bem?
    A premissa desse livro não me agradou desde a primeira resenha que li, então não leria.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Adorei a capa, mas eu fiquei um pouco atras com essa sinopse mas vendo que você amou muito , acho que eu vou ler, por sua casa, kkk,
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Suelen!
    Esse está na minha lista de próximas leituras e confesso que imaginava uma história bem diferente, mas já estou acostumada com o estilo da Emily, ela sempre abordar temas bem delicados que nos inquietam e nos faz refletir. Vou ler em breve! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  9. Oi quem ficou com esse livro pra resenhar lá no blog foi a Amanda
    e ela me deu um Feedback tão negativo que eu não leria.
    Mas legal que você curtiu.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    Já li outras resenhas do livro, e apesar de você ter gostado tanto, ainda assim não leria, achei esse relacionamento dela com o cara meio sei lá sabe, não me atrai.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bom?
    Sou uma leitora apaixonada pela escrita da Emily Giffin, mas esse livro definitivamente não me cativou. Tive raiva do jeito retraído da Shea e pela sua falta de ambição pela vida. O romance não me convenceu e achei que o livro falou demais sobre futebol americano.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá! Acho que já li algo sobre este livro, mas não me interessei muito. Enfim... Dessa vez vou deixar passar, Mas tua resenha ficou muito bem escrita.

    Um beijinho!
    www.pensamentosvalemouro.com.br

    ResponderExcluir
  13. Não curti o livro, mas fiquei emocionada com sua resenha, concordo com você, às vezes, é preciso renunciar para manter amores, mesmo que esse amor seja uma amizade.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias