No Meu Mundo...

15:30


Capítulo 16


Avaliei aquelas palavras. Contive minha fúria, a cólera que a menção a Adramelech naqueles termos me despertava. Esforcei-me e observei a situação pelo ponto de vista de Efrat. Se ele estivesse certo, eu precisava agir contra os meus instintos. Só assim conseguiria colocar-me um passo adiante do demônio e teria alguma chance de acabar com ele.
— Ele está numa daquelas tendas. E, se o seu raciocínio estiver correto, ele sabe que eu achei o esconderijo e está esperando uma investida. Nesse caso, o que você acha que eu deveria fazer? Uma espera? Uma carnificina? Certamente ele não espera que eu saia por aí matando centenas de humanos...
— Talvez isso seja exatamente o que ele espera.
— Eu não faria uma coisa dessas. Não aqui. Não com o risco que isso acarretaria — menti.
— Tem certeza? Eu acho que para pegar Adramelech você faria qualquer coisa — Efrat tinha razão. Ele também sabia como eu pensava, conhecia a intensidade do meu ódio e o poder que esse sentimento me conferia. A força que me dava.
Uma luz surgiu nos meus pensamentos. Eu iria embora daquele lugar, deixaria Jerusalém e partiria para o Egito, contrariando as expectativas. Adramelech que ficasse e se banqueteasse com o sangue dos bruxos. Eu o esperaria assim que o circo acabasse. Ele não poderia permanecer no encalço do Messias para sempre.

Mais em: www.raquelpagno.com

You Might Also Like

0 leitores apaixonados❣️

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Créditos

Template base por: Ipietoon Cute Blog Design
Modificado por: Ge Benjamim Ge - Capista, Diagramadora e Web Designer

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias