Resenha # Cara de Um, Focinho do Outro

08:00

Quem nunca teve um animal de estimação e compartilhou com ele os momentos mais incríveis de sua vida? Um segredo, uma alegria, uma dor...Pois é sobre essa relação amorosa entre os tutores e seus animais de estimação que trata este livro. Uma relação antiga, mas que em momento algum da história da humanidade foi tão intensa. Muitos dizem que o animal é o espelho de seu tutor. Mas o que faz com que essa relação seja tão forte? Existe alguma energia que os une? O que a ciência fala sobre essa união?“A fidelidade que os animais dispensam a seus tutores humanos é indescritível, pois resgatam a pessoa das regiões mais sombrias de seus problemas e angústias, motivando a vida a seguir seu curso novamente”, explica o autor, que também é veterinário e psicanalista.Descubra mais sobre essa relação de amor e fidelidade que ultrapassa o tempo e a razão. Você vai se surpreender.



Autor: Marcos Fernandes
Páginas: 191
Editora: Butterfly
Onde Comprar: FNAC  //  Livraria Cultura  // Butterfly
Classificação: 




Cara de um, focinho de outro é um livro para você, que assim como eu ama animais e quer entender um pouco mais deles.

O autor nos mostra como os animais estão casa vez mais presentes em nossas vidas, se tornando membros, como se fossem filhos e para algumas pessoas, substituindo os mesmos. No decorrer do livro, o autor aborda o quanto é bom e ruim essa substituição.

Concordo em partes com o autor, quando ele diz que humanizamos muito os animais, mas discordo que isso ocorra por falta de convívio com os nossos semelhantes, que acho essencial.


Uma coisa que o autor relata eu já tinha visto meu gato fazer, mas não sabia que era isso, mas sempre que estou doente, realmente Nino vem me confortar e até deitar em cima de onde está doendo, parece que ele quer aliviar a minha dor.




No decorrer da história sabemos um pouco mais sobre cães e gatos em seus instintos, o que achei bem interessante.

Outro ponto que achei bem importante, foi o autor relatar como os animais ajudam as pessoas que estão debilitadas, principalmente quando estão deprimidas, tive um caso na família onde uma cadelinha da raça pinsher salvou seu dono da depressão.

Super interessante o conteúdo.



Esse é um tipo de leitura que não costumo fazer, mas como queria sair da minha zona de conforto, solicitei ele para a editora.

O livro tem um enredo que gosto, que são os animais, mas não com uma história triste ou alegre, mas sim estudos sobre eles e suas interações na família humana e como eles podem agregar e até que ponto isso seria bom para eles.

A narrativa é um pouco cansativa por causa de tantos detalhes relatados sobre esses estudos, mas nada que abale o entendimento do livro.

Achei a capa super fofa!

A diagramação, assim como a revisão estão impecáveis!

You Might Also Like

28 leitores apaixonados❣️

  1. Realmente a capa é fofa e o livro parecer ser tão fofo quanto e muito interessante pra saber mais sobre os bichinhos. Concordo que há de ter um cuidado com aquelas pessoas que tratam os animais feito gente, feito filho de forma um tanto quanto exagerada, pois já vi casos e como tudo em exagero não é bom, nesse caso não é diferente.
    Parabéns pela resenha.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  2. OI, achei bem interessante a resenha, ainda não havia lido nada sobre essa obra e também não é nenhum tipo de livro que estou adaptada a lê, mas ele aparenta trazer muitas informações interessante.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ai que fofo! Já me apaixonei pelo livro! Adorei a resenha! Beijos
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  4. Que livro lindo! Perfeito para mim que amo animais, sobretudo cachorros e gatos. Quando começamos a tentar entender esses bichinhos, ficamos até emocionados, pois são muito mais inteligentes do que parecem e extremamente amorosos. Agora, enquanto escrevo esse comentário a minha cachorra está deitada juntinho do meu pé, me fazendo companhia. <3 Fiquei muito interessada pelo livro, pois tudo o que nos ajuda a compreender melhor esses nossos amigos verdadeiros é muito valioso.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Esse livro, apesar de ter uma capa meio feia, é lindo, só por ter gatos. Eu tinha um, mas foi assassinado, e desde então nunca mais criei. Eu amo gatos e cachorros, mas me identifico mais com os felinos, questão de personalidade. Seu gato é lindo, lembra um pouco o meu.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ah, livros que mostrar o amor entre aquele que acolhe e o animal são uma delícia. Poxa, minha gatinha sempre vem me aconchegar quando tô doente. ^^
    Tomara que eu possa ler a obra em breve!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Oi Michelle, geralmente eu não leio livros com animais pois são muito tristes e eu perdi minha gatinha, faz tempo já, mas de uma maneira tão sofrida que não consigo mais ler ou ver filme com animais. Porém, esse livro eu fiquei muito interessada nele, igual ao Esperando por Doggo, até já estou com ele e pretendo ler ainda esse ano. Gostei de ver suas impressões sobre o livro.

    ResponderExcluir
  8. Oi Michelle.

    Realmente a capa é muito fofa e gostei muito da sua opinião sobre o livro. Sua resenha desperta a vontade de lê-lo, mesmo não gostando tanto de livros com animais. Vou deixar a sua dica anotada.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Mila, que bom que ao sair de sua zona de conforto, você se deparou com uma boa leitura. Eu no entanto não me empolguei com o livro.
    Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  10. Animais de estimações? Adoro!!! Tenho só 13 gatos do qual eu amo e cuido de cada um deles. Esse livro deve ser muito fofo! Quero ler o mais rápido possível. Amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  11. Oi, achei a capa super fofa, assim como a ideia central da obra.
    Parabéns pela resenha!

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Amo animais confesso que o título chamou logo a minha atenção, mas ao ler que o livro tem detalhes técnicos perdi o "encanto".
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  13. Olá, adorei a ideia do autor em escrever esse tipo de livro. Amo bicho e convivi minha vida inteira com todos os tipos: cachorro, gato, coelho, peba, macaco... E é incrível o quanto eles transformam nossa vida. Adorei você ter escolhido ele para trazer ao nosso conhecimento. Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Mi, tudo bem???
    Para quem gosta e tem os bichinhos em em casa deve ser uma leitura até que necessária... até mesmo para compreender o comportamento dele e suas manias... as vezes quando passo um tempo maior na casa do meu irmão que tem dois gatinhos, gosto de observá-los... um é mais arisco e o outro mais doce... mas quando resolvem brinca sai de baixo, eu simplesmente me divirto... que bom que a leitura foi boa, apesar de um pouco cansativa... xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Mi, tudo bem?
    Eu já conhecia esse livro e deve ser muito legal. Sempre é bom sair da zona do conforto, de vez em quando gosto de fazer isso também.
    Eu acho a a capa linda. Vou anotar a dica e também vou indicar para minha prima, que adora livros com essa temática.
    Ótima resenha :)

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  16. Oie! Eu vi esse livro quando um blog publicou novidades sobre os lançamentos da editora e apenas a sinopse já chamou minha atenção. Sua resenha, então, me deixou louca para conhecer a escrita do autor e as curiosidades que ele escreveu. Também concordo que algumas pessoas humanizam de maneira exagerada os animais - alguns casos, acho até bobagem. Mas entendo o carinho que as pessoas têm por eles. Nunca tive gatos ou cachorros - o pessoal aqui de casa não gosta -, mas tive um porquinho da Índia, que me deixou há um tempo. Eu o amava demais, então essa com certeza será uma leitura maravilhosa. Adorei sua resenha.

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  17. Ola Mi eu amei esse livro, as fotos de animais com seus donos estão maravilhosas e o autor aborda temas muito importantes, um deles é como alguns animais são tratados como gente e vem desencadeando uma leve de doenças novas nos animais. Quem ama animal de estimação não pode deixar de ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  18. Oie

    Realmente a capa é muito fofa.
    Eu cheguei a ver esse livro e chamou minha atenção pois amo os animais, mas não tinha lido nada a respeito. Só agora com sua resenha.
    Eu claro, já me interessei. Gostei de saber algumas parte dele.
    Sim, eles sentem quando não estamos bem, já tive diversas amostras disso. Mas tb não concordo com a parte que a humanização ocorre pela falta de convívio com outros semelhantes.
    Adorei sua resenha!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Hi baby, tudo bem? nossa que capa lindaa <3 e o livro também parece ser bem especial, amo animais e amo ler sobre seus comportamentos, nunca tinha ouvido falar do livro mas achei super interessante, parabéns pela resenha ;)

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Oi....

    Adorei tua resenha! Parabéns!

    Concordo quanto à humanização dos animais...Hoje em dia acontece muito mesmo. ...
    Mas temos que concordar que esses nossos bichinhos são muito fofos. ...

    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Achei interessante o livro, principalmente por ele ser um estudo e não uma história triste envolvendo cães ou gatos. Choro horrores nesse tipo de livro, então me animei quando você disse que era um estudo sobre animais, com certeza vou aprender muito mais sobre os meus bichinhos durante a leitura. *o*

    Beijocas e até logo!

    ResponderExcluir
  22. Olá,
    Eu tenho uma gatinha chamada Galadriel, e realmente quando estou doente ela fica mais perto de mim para me reconfortar.
    Vou ler este livro depois para ter um entendimento melhor sobre os animais, gostei muito da dica.
    Abraços
    www.pontoparaler.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oiii!

    EU não li esse livro ainda mas eu AMEI!!
    Eu sou apaixonada por animais de estimações e sinto muita saudades do meu Teddy, ele sempre ficou ao meu lado em todos os momentos e morro de saudades disso. Infelizmente ele não está mais comigo, e eu queria muito adotar outro,
    Adorei a dica!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  24. Oiee, recebi esse livro mas por mais que goste de animais não consegui lê-lo, não é um tipo de livro que me anime e passei pra minha colaboradora. Mas a capa e a diagramação está mesmo linda.

    bjs

    ResponderExcluir
  25. Oi!
    Adoro livros sobre animais, sempre me emociono muito com eles. Fiquei interessada por esse livro, é sempre bom saber mais sobre nossos bichinhos.

    ResponderExcluir
  26. Olá,
    Então, eu prefiro uma cachorro a um criança. Não sou adepta a crianças, consigo ficar com eles por algumas horas e daqui a pouco estou estressada querendo tacar na parede. Já o cão não, mesmo que ele faça besteira nas minhas coisas, eu não consigo me estressar com ele.
    Tenho com cachorro que é do meu tamanho e se chama "Hachiko", vivo com ele passeando e por algum motivo, não consigo chama-lo pelo nome - a menos que ele esteja fazendo besteira - só consigo chamar de filho e o mais interessante é que ele me atende, tanto quando chamo de filho ou quando chamo pelo nome. Algumas pessoas ficam rindo quando chamo ele assim, pois é um animal... mas eles não a minha vivência com ele para chama-lo de "filho". Quando estou no computador - tipo agora - ele fica deitado no meu pé me olhando com uma carinha de "vai brincar comigo não?".
    Se eu acreditasse na ideia de que quando uma pessoa morre a alma dela vai para um animal, diria que meu filho tem alma de uma menino muito brincalhão.
    Podem dizer que não, mas cachorro sabem fazer expressões e dizerem o que quer. Exemplo:
    Quando brigo com ele, ele bufa.
    Quando ele quer ir para a rua, late e olha para a colheira.
    Quando está querendo carinho, faz um olhinho de piedade.
    Quando quer que eu coloque comida, me puxa pela mão.
    ...
    São diversas as coisas que ele faz para chamar atenção e uma coisa que me deixa mais que feliz é quando chego em casa, é uma animação que quase me derruba, mas sei que é tudo por amor.
    SIM, eu humanizo meu animal e discordo de tudo que o autor falar contra o que eu disse. Pois eu já tive vários e convivo com ele. Com certeza ele não passa de um idiota que não gosta de animais ou que sofreu na infancia, porque o cachorro tinha falecido e, agora, estudou para mostrar essa tese. Desculpe, o texto ficou grande, mas é isso que eu penso e passo.
    NÃO LERIA O LIVRO DE MANEIRA ALGUMA, porque me estressaria seriamente que com ele. As pessoas tem mania de colocar defeito onde não existe.

    ResponderExcluir
  27. Olá, tudo bem?

    As vezes falo para o meu esposo que o Ser Humano substima muito os animais, seres incríveis, sensacionais, sensitivos, amorosos e muito inteligentes!

    Eu também tenho uma gatinha (que agora está com a minha mãe porque ela não vem para minha casa nem amarrada rsrsr), que é sensacional, super esperta e inteligente.!

    Amo animais de qualquer raça e espécie e os respeito muito... adorei a resenha, acredito que seja a primeira vez que leio uma resenha sobre livros com histórias assim!!! AMEI!!


    Bjinhos
    Keyla Vilela - Blog Leituraterapia (http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/2016/01/novo-na-estante-janeiro16.html)

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    Eu não gosto muito de livros que falam sobre animais. Pois as histórias não me prendem. Pra quem gosta de histórias desse tipo deve ser maravilhosa.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias