Resenha # Crepúsculo de Outono

19:27

A noite de tempestade esconde um vulto que invade a chácara do doutor Augusto. Em pânico – com a intenção de defender a família –, o médico atira na direção do perigo. Um trovão abafa o disparo que atinge o alvo e arranca uma vida. Angustiado, Augusto esconde o cadáver, mas ainda lhe resta atender o último pedido do desencarnado. E agora? Como conviver com a consciência atormentada por um crime? O médico não se recorda, mas – entre o Céu e a Terra –, é um prisioneiro dos erros do passado. Depois de um crepúsculo de outono, Augusto entenderá, finalmente, que o mal foi semeado na época da Revolução Francesa e, no invisível, o sangue derramado ainda clama por vingança...







Autor: Antônio Demarchi
Páginas: 310
Editora: Petit
Onde Comprar: Petit  //   Amazon  //  Americanas  //  Submarino
Classificação:





Dr Augusto era um médico respeitado, casado com Helena e desse relacionamento, nasceu uma bela filha. Eles se mudaram a pouco tempo da capital de São Paulo, por causa de um assalto que tivera em sua residência, mas em uma noite bem chuvosa, ele viu um vulto em sua propriedade e acabou disparando a arma com a intenção de assustar aquela pessoa.



"Passaram-se mais ou menos uns quinze minutos, que para ele pareceram uma eternidade, verificando que o vulto não se mexia, apesar da água da chuva que escorria pelo seu corpo."
Página 11



O que Augusto não esperava era conhecer aquele rapaz, era simplesmente Aprígio, um homem bom que fez alguns serviços em sua chácara.


Augusto ficou atordoado com o que tinha feito, pois nunca pensara que isso poderia acontecer com ele e passou a se sentir amargurado e arrependido do seu ato.


Passaram-se alguns anos e mesmo Augusto tendo uma vida material boa e fazendo tudo o que podia para amenizar sua culpa, ainda estava faltando algo, pois não se sentia totalmente completo, foi então que depois de um certo tempo, decidiu ir ao Centro Espírita de seu amigo Francisco e lá encontrou um pouco da paz que precisava, mas mais uma vez caiu uma bomba em sua vida, causando uma reviravolta.



"Augusto ficou plantado no meio da sala, sem reação! A explosão de uma bomba não lhe causaria tanto estrago quanto a notícia que Helena, insensível, lhe transmitia tão friamente."
Página 50


Enquanto acompanhamos a história de Augusto, vemos as lições que o espírito Virgílio estava aprendendo após desencarnar, em como ajudar aqueles que mais necessitam.

Descobrimos no decorrer da história o motivo de Augusto passar por tantas provações ( ele tinha pendência das vidas passadas que tinha que redimir ) e como ele reagiu a cada uma delas e principalmente sua fé, que estava inabalável!






Quando solicitei esse livro para a editora, não imaginei que me emocionaria tanto lendo, pois o enredo é bem marcante e nos mostra que tudo o que fazemos de bom ou de ruim é cobrado, se não for nessa vida, com certeza será na outra. Gostei muito de ver a aprendizagem do espírito Virgílio, pois aprendi junto com ele e me emocionei em várias partes, principalmente nos ensinamentos espíritas.


Os personagens são bem humanos, tão bem detalhados que parecem que conhecemos eles de longa data e acabamos sofrendo com o que eles passam.

A capa é singela, porém linda.

A diagramação e revisão estão impecáveis!

Super recomendo a leitura!

You Might Also Like

15 leitores apaixonados❣️

  1. Oi Michelle.
    Estou realmente encantada com a história. Imagino como deve comover a durante a leitura. Fiquei muito curiosa com trecho que você contou que o personagens viu um vulto dentro de casa. Quero tentar comprar esse livro logo, porque além de contar a história tenho certeza que terá um mensagem maravilhosa.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fico pensando que loucura isso tudo na vida de Augusto. Se fosse comigo não iria conseguir dormir a noite.
    É uma história bem delicada. E com uma lição muito bonita.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi
    Caramba que enredo marcante, na minha fase " adolescente" esse tipo de leitura me fascinava acho que o fator de frequentar a doutrina e participar de grupos de jovens, ajudaram um pouco ( muito ). Hoje não seria um titulo que me chamasse a atenção, mas como dizem por aí - " nunca diga nunca".
    Gostei da forma que se conectou com o ensinamento e a emoção que transmitiu na resenha.
    Parabéns.
    Bjs Ju
    blog - Quid pro Quo --- Nossa Estante Nacional

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Nossa que história, deve ser terrível o sentimento que o Dr deve ter passado ao descobrir o quem era o invasor. O livro parece ser muito bonito, mesmo não gostando tanto de livros espíritas, acho que esse eu pegaria, achei que é uma história que merece ser lida.
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, que bom que gostou do livro. Eu não sei se o leria, mas ainda assim ele me parece ser bem interessante.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. uaaauuuuuuu Que tenso e ao mesmo tempo encantador. Fiquei curiosa com vários elementos que você falou que o livro tem, - o vulto, inclusive. Ainda não conhecia o livro, mas sua capa me conquistou, leria apenas pela capa. Mas teria uma boa surpresa com o conteúdo também né? Quero conferir e apreciar em breve!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Eu ainda não li esse livro, mas deve ser bem emocionante mesmo. A editora Petit sempre traz tramas emocionantes e que levam o leitor a reflexão. Eu já li um livro do autor do qual pude conhecer a sua narrativa, e gostei muito do que encontrei.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  8. Hello :)

    UAU a história parece ser realmente muito emocionante, mas não sei se é o tipo de leitura que me agradaria no momento. Que bom que você aproveitou a leitura e adorei a resenha.

    Beijinhos e que a Força esteja com você!
    Cantinho Cult
    Galera Geek

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li um romance com esse pano de fundo. A sua resenha né deixou bastante a curiosidade no ar pra saber quais aprendizagens e lições vamos tirar desse leitura. Ótima dica! Parabéns

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    A história parece ser tocante mesmo. Não é meu gênero favorito, mas pra quem gosta, com certeza terá que ler com uma caixa de lenços ao lado, porque a premissa é muito bonita.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oiee

    Eu adoro as obras da editora Petit e me emocionei lendo sua resenha. Que história.
    Realmente o sentimento de culpa é algo bem doloroso.
    Achei a capa linda e como esse ainda não li e gostei, já anotei o nome aqui.
    Gostei mesmo de ler uma resenha com a temática espírita.

    Bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Saudações literárias! Gostei de inicio da capa, parece um quadro. Me chamou atenção em sentir aquela angústia do Doutor e por isso vou colocar esse livro na lista de desejados do skoob.

    ResponderExcluir
  13. Sou apaixonada por livros espiritas!! Amo tudo que eles podem nos ensinar! E esse vou já deixar marcadinho aqui!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  14. Oiiie
    Eu nunca li nada do gênero, a capa é uma graça mas não vou seguir a dica por agora, mesmo assim, boa resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá Mi!
    Sinceramente eu não consigo gostar desse livros espíritas. Não acredito na mensagem que eles passam. Por isso não leria o livro.
    Mas sua resenha está muito boa.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias