Prazer, eu tenho depressão!

23:13

Olá! Como vocês estão? Espero que bem.

Eu não estou nada bem e é sobre isso que vim falar com vocês.

Hoje eu vim tratar de um assunto super delicado pra mim, mas que achei necessário, importante e sei que muitas pessoas (mais do que eu gostaria) vão se identificar com o tema.

Talvez poucos aqui saibam o quanto eu amo ler e mais ainda o quanto amo escrever pra vocês e levar este blog a diante, faz parte de mim e é algo que estou me vendo perder aos poucos. 
Porque? Porque eu tenho depressão e vim contar minha história.

O que é Depressão?

"A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, entre os sintomas, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado."



Parece estranho, não é? Quem me conhece a muito tempo sabe que eu nunca aparentei ser uma pessoa depressiva, sempre tive uma boa vibe, "amigos", era tagarela e fazia o melhor que podia para esconder, porém infelizmente eu não sou mais assim e isto vem preocupando aqueles que convivem comigo, muitos me perguntam o que está rolando, muitos me aconselham assim "do nada" através de mensagens de apoio por Whatsapp ou pelo bate papo do Facebook, por isso decidi vir aqui, me abrir e falar abertamente sobre este monstro que se abate sobre mim. Espero que possam me acompanhar...


"Ela não aguenta mais, todos os dias acorda mais cansada. O vazio está grande demais e ele dói. Ela se sente sozinha e insegura. Ela mal consegue achar motivos para levantar da cama todos os dias."

Do início... É hereditário,  depressão é uma doença que vem com a minha família a anos.
Quando eu era bem pequena, lá pelos meus 10 anos de idade, minha mãe percebeu que tinha algo errado comigo, fui diagnosticada com depressão profunda, segundo minha psicologa eu já tinha tendência a desenvolver este grandessíssimo problema e algumas coisas que passei fizeram-na se agravar em minha vida.

Eu nunca fui uma pessoa de muitos amigos, desde pequena sempre estive no meu canto, conversava com quem precisasse, mas nunca chegava a criar grandes vínculos, aparentemente eu era só uma criança tímida, no entanto não era bem assim, eu só não tinha vontade de fazer nada, nem me envolver com alguém e ainda não tenho. Os anos passaram e isso nunca mudou, nada melhorou, muito pelo contrário tudo só foi ficando pior.


É assim que muitas vezes acontece:



Continuando... Não vou entrar em muitos detalhes, tem muitas coisas desnecessárias que ninguém precisa saber, a questão é, eu sou depressiva e isso é terrível. Passei com cerca de 7 ou 8 psicologos diferentes, nenhum nunca surtiu efeito, passei por psiquiatra (ao contrário do que se pensam, psiquiatria não é para loucos) e tentei diversos remédios, nada colocou fim ao meu sofrimento.
Cheguei então ao ponto de desistir, de preferir a morte a suportar mais um dia de vida, então veio as tentativas de suicídio e as auto mutilações, procurava qualquer dor física que amenizassem as dores internas.

Como diz uma música que gosto muito: "E você sente como se você fosse um erro...".

Infelizmente não é só a depressão, com ela tem também as crises de ansiedade, o TOC, o transtorno de bipolaridade, as crises de pânico, falta de auto estima e muitos outros "brindes" que vem nesse pacotão de coisas ruins.




Quais as principais causas da depressão?

"A depressão não tem hora nem lugar para aparecer. Pode surgir em qualquer pessoa independente do sexo, idade, condição social ou econômica. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Outros processos que ocorrem dentro das células nervosas também estão envolvidos.

Ao contrário do que normalmente se pensa, os fatores psicológicos e sociais, muitas vezes, são consequência e não causa da depressão. Vale ressaltar que o estresse pode precipitar a depressão em pessoas com predisposição, que provavelmente é genética. A prevalência (número de casos numa população) da depressão é estimada em 19%, o que significa que aproximadamente uma em cada cinco pessoas no mundo apresenta o problema em algum momento da vida."



Porque dizer tudo isso agora? Para esclarecer a todos o porque dos meus sumiços, minhas lamentações no Facebook, status tristes do Whatsapp, o porque de tanto sofrimento (isso fica difícil explicar aqui), mas antes de mais nada, porque percebi que a minha volta tem dezenas de pessoas que conheço e admiro passando pelo mesmo problema que eu. Pra que elas saibam que tem sempre alguém que as entende ao lado procurando alguém que também as entendam, pode ser que você não tenha amigos como eu também não tenho, pode ser que você não veja uma luz no fim do túnel como eu também não vejo, pode ser que ache que é o fim, mas não é, e ontem eu descobri isso.


Engole o choro.
— Era o que sempre ouvia, até que morreu sufocada.


NÃO, o suicídio não vai amenizar seu sofrimento, só vai aumentar o sofrimento de quem esta a sua volta, 
NÃO, a auto-mutilação não vai diminuir as dores terríveis que você sente, só vai aumentá-las, pois serão duas dores para aguentar.
NÃO, você não está sozinho, as pessoas podem não entender, mas elas estão ao seu lado, seja uma, duas ou dez, você sempre terá alguém ao seu lado, se não for um amigo ou familiar, é um profissional que estudou pra isso e terá muito gosto em te auxiliar.
E NÃO, você não é um estorvo, incômodo, peso ou qualquer coisa que pense ser (e eu sei que pensa, eu também penso), muito menos se alguém disser isso a você, essa pessoa não sabe a merda que está falando, pois você é incrível e sei que tem muito mais valor que várias pessoas por aí. ACREDITE!




Tem muito o que eu queria colocar neste post, mas ele ficaria gigante, então deixei pelo post algumas informações importantes pra quem se sente como eu me senti a vida toda, mesmo que seja só um pouquinho (pode ser o início, então não deixe começar), algumas citações para que vocês entendam um pouco mais como nós nos sentimos e algumas fotos para ilustrar o que estou dizendo.

Sintomas de Depressão

  • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia.
  • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas.
  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis.
  • Desinteresse, falta de motivação e apatia.
  • Falta de vontade e indecisão.
  • Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio.
  • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte.
  • A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio.
  • Interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom "cinzento" para si, os outros e o seu mundo.
  • Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento.
  • Diminuição do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação prazerosa habitual) e da libido.
  • Perda ou aumento do apetite e do peso.
  • Insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do horário habitual) ou, menos frequentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo).
  • Dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, como dores de barriga, má digestão, azia, diarreia, constipação, flatulência, tensão na nuca e nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros.


AHHH, e se você não sente nada disso, entretanto conhece alguém que sente, POR FAVOR, cuidado com as palavras e atitudes, mude seu pensamento, trate-a bem, esteja sempre ao seu lado, de apoio, amor, carinho, faça-a se sentir importante, sentir-se protegida, por menor que seja a atitude fará uma ENORME diferença.
E não se engane, muitas dirão estar bem por medo, vergonha ou apenas para não ter que contar todo o problema, mas 99% das vezes é mentira e ela precisa sim de alguém que a ouça, seja essa pessoa.

"Moça, sai da sacada, você é muito nova pra brincar de morrer..."

DEPRESSÃO É UMA DOENÇA SIM E ELA MATA COMO QUALQUER OUTRA!

Várias redes sociais aderiram a campanha contra a depressão e o suicídio, a imagem abaixo é do Tumblr e mostra o que aparece quando se pesquisa pela palavra "depressão".
PROCURE AJUDA, SE CUIDE, VOCÊ É VALIOSO DEMAIS PRA QUE O MUNDO TE PERCA!



You Might Also Like

11 leitores apaixonados❣️

  1. Olá!
    Achei super bacana o post, pois mostrou a confiança que tem em nós leitores do blog, um assunto delicado, mas através dele, vc pode ajudar muitas pessoas! Conheço muitas pessoas que tiveram, tem e possui uma grande chance de ter!
    Bjs, e que Deus te abençoe grandemente... http://my1life2in3books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por expor essa parte da sua vida que acredito eu, queria que não existisse.
    Não passo por nada disso e não sei se meus amigos passam, mas poder ver o lado de alguém que vive ou viveu isso, nos faz abrir os olhos para diversas possibilidades e refletir o quão amarga posso ter sido com as pessoas. Afinal, ninguém merece ouvir essas palavras "estorvo, burro, feio, inútil"

    ResponderExcluir
  3. Nossa uma realidade que muitos acham que é frescura. Conheço muitos adolescentes com inicio de depressão, ainda mais por trabalhar em escola percebemos isso mais facilmente. E as atitudes de seus colegas só pioram a situação, desanimo, desinteresse, sono e outros, e os pais respondem que é preguiça, frescura quando são chamados na escola. Depressão é doença sim e precisa de mais divulgação seu post é uma utilidade publica.
    Espero de todo coração que você fique bem.
    Bejos
    http://eu-resenho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, acho o seu post super importante por expor o assunto. Quando eu tinha uns 8 anos, tive depressão, imagine uma criança de 8 anos pensando em formas de morrer e chorando sempre, eu era assim. De lá para cá, muita coisa muito e aconteceu, e hoje ainda tenho dias mais difíceis, mas consigo passar por eles.
    É de extrema importância se informar sobre o assunto e ter um acompanhamento médico. Ótimo post!

    ResponderExcluir
  5. Post super importante! Serviu pra mim. A gente tem que seguir, nos rodear de pessoas que nos amam e acreditar em nós mesmo. Sei muito bem o que é passar por isso!
    Obrigada pelo post, que muitos possam ler!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Achei muito importante você dividir conosco esse período difícil em sua vida. Depressão é um dos piores problemas que existem e acabamos nos tornando reféns de nós mesmos. Eu tive depressão, síndrome do pânico e eu sentia que não devia existir, que só estava fazendo volume aqui na Terra. Não cheguei a pensar em tirar minha vida, ou algo do tipo, mas sim de viver por viver. Só conseguir superar, graças a ajuda de um padre aqui da minha cidade, ele também é psicólogo e graças a ele consegui dar a volta por cima. Graças a Deus hoje superei meu problema e espero que você também supere o seu. Em minhas orações, vou pedir por você também!
    Você é muito talentosa, tem um blog maravilhoso e deve ser uma pessoa muito boa de alma e de coração, e também bem sensível. Confie em você mesma! Espero que se recupere.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, obrigada por esse post,
    já que desabafou comigo, irei desabafar com você, estou passando por uma fase ruim como você, faz um ano, mudei de minha cidade, estou a 600 km do meu namorado, formada a 2 anos e não consigo um emprego, minha mãe descobriu um cancer, e minha gatinha esta com doença renal grave, tudo neste ultimo ano. E estou desanimada, chateada, cansada, tudo. Acredito que estou com depressão, mas todos os dias tenho que levantar pra cuidar da minha mãe, da minha gatinha e a unica coisa que ouço de todos a minha volta.
    Tem pessoas piores que você, tem gente que não tem o que comer. Você tem um lar. Eu sei disso tudo, sei q sou privilegiada por não conseguir um emprego e ter o q comer, onde morar.
    Mas sei também que só sei sentir medo, insegurança, que parece que tudo vai dar errado, o tempo todo.
    Desculpa por desabafar, mas acredito que saiba como me sinto.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Sei como é passar por essa fase da vida, tive depressão depois que meu pai faleceu e de vez em quando ela vem a tona, então fico muito mal e sei como são os sentimentos.
    Desejo-lhe toda força nesse momento delicado, qualquer coisa que precisar pode me chamar para conversar que eu irei adorar! <3

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Sua postagem foi muito importante para alertar muitas pessoas que estão na mesma situação e não sabem ou sabem, mas não sabem como agir e procurar ajuda. É um assunto super delicado mesmo porque nem sempre as pessoas que estão perto querem ajudar. Parabéns pela iniciativa.

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Antes de mais nada, gostaria de parabenizá-la por esse post maravilhoso. A depressão sempre foi um assunto muito delicado, mas é importante falar sobre.
    Sou estudante de Psicologia, já tive depressão mas até hoje sinto uns resquícios dela, inclusive sintomas, já que na época abandonei o tratamento porque eu achei que estava curada, porém não estava de fato. Muitas pessoas acham que depressão é frescura, preguiça ou uma forma de chamar atenção. Isso é uma doença gravíssima e que além de matar, caso a pessoa não procure tratamento psicológico e chegue a um nível extremo e com pensamentos suicidas, afeta também não só a pessoa em questão como também todas as pessoas próximas. É um momento delicado e doloroso.
    As pessoas também têm a mania de achar que para ter depressão, tem que ter uma ''cara específica''. A depressão surge em pessoas que a gente menos espera, e o melhor a fazer é entender, respeitar a situação e ajudar no que for possível. Não é fácil para nenhum dos lados, mas o tratamento é essencial.
    É sempre bom se informar sobre e você está de parabéns pelo post.
    E força, viu? Procure tratamento e siga até o final. Mesmo que você comece a se sentir bem e ache que está curada, não cometa o erro de se dar alta, como eu fiz. Apenas o profissional que acompanha o paciente pode fazer isso.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Olá Ge!
    A depressão é uma problema crônico na nossa sociedade, é uma coisa que nos mata aos poucos e temos que lutar com unhas e dentes para sobrevivermos. Eu tive depressão pós-parto e foi uma das piores fases da minha vida, era uma tristeza que não cabia no meu peito, mas graças a Deus que sai dessa fase e pude curtir o meu filho.
    Desejo do fundo do meu coração que você consiga transpor essa barreira e ser muito, muito feliz.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias