O dia a dia em palavras

17:37

Gente, estou sem tempo para escrever algo. Então deixo aqui para vocês lerem um poema que escrevi a algum tempo.

Espero que gostem.




Sou branco, sou preto

Sou peão trabalhador
Escória que te sustenta
Observador do amanhecer

Sou muralha, sou torre
Vigilante solitário
Fofoqueiro do meio-dia

Sou cavalo, burro de carga
Animal domesticado
Figura com cabresto

Sou bispo, sou igreja
Pastor julgador
Ladrão angelical

Sou rainha, mulher guerreira
Dona de casa
Forte, mas apenas objeto?

Sou rei, sou homem
Coroa de orgulho
Protejam-me, me protejam
"Cuidado: Embalagem Frágil"

Sou branco contra preto
Sou preto contra branco

Sou peão na rua
Em posição de ataque, posição de defesa

Sou torre de vigia,
O vizinho bisbilhoteiro

Sou cavalo, sou guerreiro
Sou soldado ferido

Sou bispo, religioso fanático
protetor das ovelhas

Sou rainha, muito mais que mulher
Sou Maria, Sou Joana e até mesmo sou João

Sou rei, sou chefe
Sou o coração do meu povo
Dou meu coração ao povo

Sou branco, sou preto
Sou peça, sigo regras

Sou negro desempregado na A6
Sou mulher estuprada na G3
Sou homossexual espancado na F7
Sou criança violentada na C4
Sou idoso esquecido na E5

Sou branco, sou preto
Sou peça, estou no jogo
Estou vivo, estou no jogo
Xeque-mate, o rei caiu
Xeque-mate, ainda estou aqui
Xeque-mate, o jogo acabou
Xeque-mate, ainda estou vivo?

-Jogo de Xadrez, Rick Vieira

You Might Also Like

0 leitores apaixonados❣️

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Follow

Créditos

Template base por: Ipietoon Cute Blog Design
Modificado por: Ge Benjamim Ge - Capista, Diagramadora e Web Designer

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias