Resenha # Simplesmente o Paraíso

16:52


Ano: 2017
Páginas: 272
Editora: Arqueiro

Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido.Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida.Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. Odeia Londres e durante toda a temporada, permaneceu vigilante e intermediou quando acreditava que o pretendente não era o adequado.Honoria e Marcus compartilham uma amizade, pouco atípica, fruto dos anos que se conhecem e que o torna parte da família.Entretanto, um desafortunado acidente faz que ambos repensem sua relação e encontrem a maneira de confrontar o que surge entre eles, se tiverem coragem suficiente




Preciso dizer, desabafar, gritar para todo mundo ouvir: É a primeira vez que eu leio romance de Época!!!! E ESTOU APAIXONADA PELO LIVRO E PELO GÊNERO. Estou apaixonada pela atmosfera e pela narração de Julia Quinn e com certeza já estou correndo atrás dos outros livros dessa autora. 

O livro conta a história de Honoria, uma mulher na flor da idade, a procura de um marido, mesmo não sendo sua preocupação imediata. E nessa "saga" reencontra um "quase" amigo de infância dela: Marcus. E nesse reencontro intenso e sem programação, ambos começam a se olhar com outros olhos. 

É incrível o jeito que o amor aqui é retratado. Uma forma doce, nascido sem intenções, fortificado a cada dia e a cada momento que vivem juntos. Não tem como não torcer por eles, se apaixonar com eles e viver esse sentimento com eles. Foi diferente de outros romances que eu li, onde os protagonistas são tomados por uma paixão intensa e avassaladora, que destrói tudo que toca. Aqui o amor é um carinho, é doce, é calmo, é um porto seguro. É realmente amor, um sentimento forte impossível de ser medido em palavras e mal cabe no "Eu te amo" dito.  

Estou apaixonada pelo Marcus, conde Holroyd, uma pessoa singular, em todos os sentidos. Não foi preciso colocar o homem como um animal feroz, que precisa ser "consertado" como ocorre em muitos romances por aí. O amor não precisa nascer assim e isso é magnifico de ser mostrado. Honoria também é uma mulher de atitude, diferente do que conhecemos de mulheres de época, que muitas são submissas e sem opiniões. Não se destacam e acatam. Não há como não se identificar com Honoria neste romance e de suspirar com ela. 

Esse livro é o primeiro de um quarteto, então estou ansiosa para iniciar a jornada entre os outros livros em breve. 

PS: Eu daria mais de 10 estrelas, mas a escala é cinco (risos). 




Miaka Freitas, criadora dos blog Um Sofá À LareiraUniverso Atakima e canal Insônia Nerd.Já foi colunista do Clube do Livro MA e As Leituras de Mila, nos anos de 2014 a 2015. Gosta de falar de livros, games, séries, desenhos animados,filmes e colecionismos. É uma viajante entre mundos, não gosta de ficar parada. Para saber mais desses outros assuntos, podem também visitar as redes sociais =) 






You Might Also Like

0 leitores apaixonados❣️

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram

Assine

Créditos

Template base por: Ipietoon Cute Blog Design
Modificado por: Ge Benjamim Ge - Capista, Diagramadora e Web Designer

Linke-nos

Blog Canteiro de Obras Literárias